Qualcomm pode ter transferido parte da produção do Snapdragon 8 Gen1 para a TSMC

Jardeson Márcio
3 minutos de leitura
Imagem: Gizchina

A Qualcomm tem conseguido deixar os fãs curiosos com o seu mais novo chipset carro-chefe para o próximo ano. O Snapdragon 8 Gen 1 tornou-se objeto de desejo de muitas marcas de smartphones, que querem ser as primeiras a embalá-lo. Estamos há meses ouvindo diversos rumores sobre o chip. E, parece que os rumores não irão parar, mesmo com o lançamento do mesmo. O último relatório aponta que a Qualcomm pode ter transferido parte da produção do Snapdragon 8 Gen1 para a TSMC.

A empresa anunciou que seu carro-chefe Snapdragon 8 Gen1 SoC é fabricado nas fundições 4nm da Samsung, mas alguns problemas de produção estão forçando a Qualcomm a transferir parte da produção para a TSMC.

De acordo com fontes internas da indústria, a Qualcomm não está feliz com os rendimentos da Samsung e não é capaz de produzir todos os chipsets necessários. Dessa forma, a TSMC provavelmente assumirá parte da produção. No entanto, alguns acreditam que isso teria um efeito negativo na uniformidade.

Com os chips sendo fundidos por duas empresas distintas, certamente, a uniformidade não existirá. Isso pode causar “estresse” para a Qualcomm, ou para os seus usuários. No entanto, se a empresa realmente está tomando essa atitude, provavelmente, é para entregar o melhor em tempo hábil, para os seus clientes.

Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1: Os chips da TSMC podem se sair melhor

qualcomm-pode-ter-transferido-parte-da-producao-do-snapdragon-8-gen1-para-a-tsmc
Imagem: NextPit

O processo de fabricação da TSMC é conhecido por ser mais eficiente do que o da Samsung em termos de potência e tamanho, então é fácil presumir que os chips feitos nas fundições da TSMC irão superar aqueles que saem da fábrica da Samsung. Vimos isso acontecer com o iPhone 6s na época em que TSMC e Samsung eram fornecedores do processador A9.

No entanto, as coisas podem ter mudado nos últimos dois anos e podemos não ver muita diferença ou nenhuma. Se houver, podemos ter uma disputa pelos melhores chips, entre as empresas.

Existe uma corrida para embalar o chipset carro-chefe da Qualcomm. Mas, além dessa corrida para ser a primeira empresa a trazê-lo ao público, há uma corrida para ter smartphones suficientes para o lançamento. As empresas precisarão de uma boa quantidade de chips para conseguirem trazer ao mercado seus carros-chefe 2022.

Assim, a corrida da Qualcomm é tão importante quanto qualquer outra. E, se esse relatório estiver correto, a empresa deve estar correndo contra o tempo para entregar os chips às marcas de smartphones que o usarão.

Via: GSMArena

Share This Article
Follow:
Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.