in

Raspberry Pi Imager agora permite que você controle recursos avançados do sistema operacional

Raspberry Pi Imager agora permite que você controle recursos avançados do sistema operacional

A Raspberry Pi Foundation lançou uma nova versão de seu utilitário Raspberry Pi Imager que vem com um painel de opções avançadas para permitir que você altere recursos adicionais do sistema operacional. Assim, o Raspberry Pi Imager 1.6 já foi lançado como a versão mais recente e melhor do utilitário oficial de flashing do Raspberry Pi. Ele pode ser usado em todos os principais sistemas operacionais para gravar imagens de sistema operacional projetadas para o minúsculo computador Raspberry Pi.

- Anúncios -

A maior novidade nesta versão é a implementação de um painel de opções avançadas oculto. Ele só pode ser acessado usando um atalho de teclado (Ctrl + Shift + X). Este painel de opções avançadas permite controlar recursos adicionais para o sistema operacional que você está prestes a instalar em um cartão SD ou unidade SSD.

Por exemplo, você pode desabilitar o overscan, habilitar SSH (Secure Shell), definir um nome de host padrão, configurar Wi-Fi ou definir configurações de local como fuso horário e layout de teclado. Você também tpode usar todas essas opções avançadas para a sessão atual ou para sessões futuras.

Além disso, o painel de opções avançadas permite ativar algumas opções para o próprio Raspberry Pi Imager, a saber, reproduzir um som e/ou ejetar a mídia quando o processo de flash for concluído, bem como desativar a telemetria.

“Se você gostaria de desligar a  telemetria , tudo bem; tudo o que faz é enviar um ping para o site do Raspberry Pi que nos permite criar as páginas de estatísticas  aqui”, disse Gordon Hollingworth, diretor de produtos da Raspberry Pi Foundation.

Raspberry Pi Imager agora permite que você controle recursos avançados do sistema operacional

Raspberry Pi Imager agora permite que você controle recursos avançados do sistema operacional

No entanto, isso não é tudo, já que Raspberry Pi Imager 1.6 também melhora o suporte para sistemas Linux corrigindo o erro “Cliente tentou definir geometria inválida” em sessões de Wayland. Por outro lado, adiciona suporte para filtrar dispositivos virtuais ZRAM na seleção de unidade e permitindo unidades NVMe como a unidade de destino.

A interface do usuário principal também mudou um pouco, e o botão “Escolher cartão SD” agora se chama “Escolher armazenamento”, pois o Raspberry Pi Imager suporta outros tipos de mídia. Do mesmo modo, o aplicativo agora lida melhor com imagens .ISO e vem com traduções de idiomas atualizadas.

Você pode baixar Raspberry Pi Imager 1.6 agora mesmo da página GitHub para sistemas Ubuntu/Debian, macOS e Windows ou pode instalá-lo em seu sistema operacional Raspberry Pi usando o comando:

sudo apt install rpi-imager

9to5 Linux

Written by Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Suporte para Linguagem de Programação Rust chega ao Linux-Next

Suporte para Linguagem de Programação Rust chega ao Linux-Next

Red Hat Enterprise Linux 8.4 Beta lançado com novos recursos e aprimoramentos

CentOS 7 e RHEL 7 corrigem 11 falhas importantes de segurança