in

Red Hat OpenShift está disponível em IBM Z e LinuxONE

A IBM e a Red Hat anunciaram a disponibilidade do Red Hat OpenShift em IBM Z e LinuxONE!

Confira o artigo escrito por Willie Tejada, GM & Chief Developer Advocate @IBM. Minha função na IBM é garantir que estamos equipando aos desenvolvedores com as ferramentas, os recursos necessários e as guias para um desenvolvimento seguro que os ajude a centralizar seus esforços completamente na inovação.

A segurança é chave para desbloquear o verdadeiro valor da nuvem, e queremos que seja uma preocupação a menos na hora de criar soluções de alto rendimento. Com esse propósito, esta semana anunciamos um marco promovendo o suporte de Kubernetes para Linux em IBM Z e IBM LinuxONE com a disponibilidade dplataforma de contêineres Red Hat OpenShift para Linux em IBM Z e LinuxONE.

Kubernetes tem estado disponível em Linux em IBM Z e LinuxONE faz algum tempo como está detalhado neste informe técnico de LinuxONE. Isto tem permitido com que nossos clientes possam começar a integrar dentro de suas infraestruturas, micro serviços baseados em Kubernetes executados em Linux em IBM Z e LinuxONE, tal como o amplo ecossistema de projetos que permeiam a Kubernetes.

Com esse lançamento, os desenvolvedores podem acessar uma plataforma rápida com ferramentas baseadas em Kubernetes, com segurança incorporada e criptografia desde o hardware, alta disponibilidade e resiliência, acesso rápido aos dados, e tudo mais que se tenha esperado de Linux em IBM Z e LinuxONE. Isso permite uma integração muito mais fácil com as soluções que já usam OpenShift em modelos híbridos e multi-cloud, seja sua infraestrutura encontrada em nuvens públicas ou privadas, ou uma combinação. É a nossa mais recente melhora para realmente ajudar a construir aplicações uma só vez, e que possam ser executadas em qualquer lugar. 

Adicionalmente, o IBM z/OS Cloud Broker permite que as aplicações de OpenShift interajam facilmente com os dados e aplicações existentes em z/OS. Os desenvolvedores podem utilizar o IBM Cloud Infrastructure Center, uma infraestrutura como serviço (IaaS) que proporciona uma gestão simplificada da infraestrutura das máquinas virtuais em Linux baseadas em z/VM e que são executadas em Linux em IBM Z e LinuxONE. OpenShift é uma camada de plataforma como serviço (PaaS) e contêiner-como-serviço (CaaS) que precisa de  camada de IaaS subjacente, que o IBM Cloud Infrastructure Center proporciona para IBM Z e LinuxONE.

A disponibilidade de OpenShift na arquitetura Z permite um desenvolvimento mais fácil das aplicações que trabalham através da infraestrutura. As cargas de trabalho desenvolvidas baseadas em micro serviços podem ser administradas como melhor convier.

Além disso, com o IBM Cloud Pak for Applications, os desenvolvedores terão acesso a uma coleção de ferramentas que lhes ajudarão a impulsionar os esforços de modernização aproveitando as ferramentas relacionadas com DevOps como IBM UrbanCode e suporte de nível empresarial para Java, Node.js, Spring e outros ambientes de runtime. Com este lançamento, por primeira vez, Red Hat Enterprise Linux CoreOS (RHCOS) está disponível para Linux em plataformas IBM Z e LinuxONE. 

Estamos ajudando os desenvolvedores a construir de maneira inteligente e segura.

Este lançamento é principalmente para avaliação, desenvolvimento e teste, então estamos ansiosos para que todos deem uma boa olhada.  A partir de agora, vocês podem testar suas cargas de trabalho previstas para o final do ano, antes que estejam prontas para produção.

Inicialmente, será necessário z/VM para implementar OpenShift na plataforma como máquinas virtuais gerenciadas por IBM z/VM, com outras opções que virão mais adiante. Também estamos trabalhando no suporte para HiperSockets, SMC-D, Installer Provided Infrastructure (IPI), e armazenamento persistente diferente de NFS, e podem esperar suporte para todas essas coisas em breve.