SempreUPdate
Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Review do Ubuntu 17.10 Beta 1

Avaliamos o Ubuntu 17.10 Beta 1, o que os usuários podem esperar?

O Ubuntu 17.10 Beta 1 passou por testes, confira o nosso review. Para começar é importante lembrar que este é o primeiro lançamento depois que a Canonical resolveu encerrar o desenvolvimento do Unity, logo a próxima versão do Ubuntu 17.10 será com o GNOME.

Quando falamos especificamente nesta edição, muitos usuários não gostaram nada dessa ideia de encerrar o Unity e adotar o GNOME, mas a Comunidade Ubuntu juntamente com a Canonical tem se esforçado para que essa transição seja suave e vem fazendo modificações visuais e implementações de novos recursos, afim de agradar gregos e troianos.

O Ubuntu 17.10 será leve?

As perguntas surgem a todo tempo em torno do consumo de recursos, no entanto, quando avaliamos a leveza do sistema, devemos ficar atentos a algumas detalhes. O primeiro é que o novo Ubuntu 17.10 permanece com gráficos leves, sim, leveza no que diz respeito a placas de vídeo onboard, ou seja, aquelas placas que já vem em sua placa mãe e não são removíveis, geralmente as placas onboard possuem limitações de processamento, por isso que sempre você vai ouvir dizer que as placas offboard são melhores e possuem um desempenho melhor, isso ocorre porque a placa offboard não divide a memória RAM disponível no seu computador para processar os gráficos, as placas offboard possuem memória própria e assim possuem um melhor desempenho, já as onboard podem usar memória RAM disponível no seu computador para processamento gráfico.

Voltando ao foco, você não vai ter dificuldades em usar o Ubuntu 17.10 em placas com idade de até 8 anos atrás, o Ubuntu 17.10 não possui tantos efeitos pré-ativados. Mas se o que você quer saber, é se o consumo de memória RAM no Ubuntu 17.10 é alto, a resposta é sim. Em nossos testes o Ubuntu 17.10 vai consumir cerca de um pouco de 1GB e acessando a internet com o Chromium sem extensões ou plugins, o consumo ultrapassa os 2GB de memória RAM. E se você ativar efeitos, usar aplicativos ou Applets esse consumo vai subir com toda certeza, no entanto, lembre-se que testamos a versão beta, e tudo pode mudar até o seu lançamento.

Review-ubuntu-17.10-beta1-2017

E as novidades do Ubuntu 17.10?

Como já dissemos antes, o Ubuntu 17.10 vem com alguns recursos interessantes, claro, nada novo ou criativo, mas vai diminuir o trabalho dos usuários que estavam achando o GNOME sem graça se comparado ao Unity, a ideia é que o Ubuntu 17.10 com GNOME esteja o mais próximo possível da aparência do Unity.

Review do Ubuntu 17.10 Beta 1

Observando a barra lateral esquerda, lembra o Unity, porém não há uma opção de configuração nela, os ajustes pertinentes ao a barra como os de exibição e largura, somente podem ser feitos via “Todas as configurações” no item “Tela”, por lá você consegue ajustar. Além disso em alguns telas mesmo que você ajuste o tamanho do ícone da lixeira ou largura da barra, o ícone da lixeira ficará sobreposto pela barra.

review-ubuntu-17.10-beta-1-2017-a

Observe também que além das opções em relação a barra quase Unity do Ubuntu 17.10 Beta 1, há um novo recurso que o “Luz Noturna” observe que aparece a opção como desativada, pois é, alguém esqueceu de transformar a opção em um botão, você terá que clicar sobre o desativar para poder ver que é uma opção que pode ser ativada ou desativada ali.

No mais, e de forma particular, eu não gostei dessa “Luz Noturna” ao ativar, a sua tela vai ter um degradê laranja, que visa proteger seus olhos da alta luminosidade, eu não consegui trabalhar com ela ativada, preferi diminuir o brilho da tela e seguir com meu trabalho.

E a propósito, nem tente achar a opção de ajustar a luminosidade da tela no item “Tela” nas configurações, eu sei que deveria estar lá, mas você terá que ir no canto superior direito da barra de tarefas e clicar lá para que a opções de brilho de tela, áudio, bateria, perfil de usuário e a novíssima opção de VPN possa aparecer. Caso você tenha mais de uma placa Wi-fi em seu PC ou Notebook saiba que vai ter problemas ao clicar no item configurações Wi-fi, a tela de configurações como “esquecer rede”, “Excluir”, “Editar”, que geralmente aparece para podermos configurar, não aparecem. Como tenho dito, certamente estes problemas podem ocorrer pela razão do Ubuntu 17.10 ainda ser o Beta 1.

Review-ubuntu-17.10-beta-1

O Ubuntu 17.10 possui usabilidade?

Outra pergunta que sempre aparece, será que vai ser fácil enxergar usabilidade no Ubuntu 17.10? Sim, tudo será uma curva de aprendizado, com o tempo os usuários vão se acostumar, tanto aqueles que gostavam do Unity, quanto os que gostam do GNOME, mas será um meio a meio.

Muita coisa foi ajustada no Ubuntu 17.10, sabemos que é prematuro classificar o sistema agora, mas resolvemos avaliar o que já podemos esperar do sistema. A Canonical ainda pode ajustar algumas coisas e corrigir erros, como não é uma versão LTS certamente muita coisa ainda pode ser ajustada no decorrer dos meses após o lançamento, com base no feedback dos usuários e claro, nos reports de erros e de sugestões, vale lembrar que qualquer usuário pode fazer isso.

De forma particular, sentir falta do ALT + TAB por janelas, pois, no Unity por exemplo ao separar uma aba do navegador, ele se transformava em uma nova janela, e ao trocar de janela você iria automaticamente para a que você desvinculou, a organização no Ubuntu 17.10 mudou, ao executar o atalho que para mim é muito produtivo, vai aparecer o aplicativo seguido pelas suas duas telas e você terá que ainda terá que fazer mais uma ação para ver a guia separada.

Nota: Este review teve como base o Ubuntu 17.10 Beta 1, erros podem ser esperados pois ainda não é uma versão final.
Download Ubuntu 17.10 Beta 1
Review do Ubuntu 17.10 Beta 1
88%
BOM

O novo Ubuntu 17.10 Beta 1 esta caminhando bem para a versão final, mais ainda precisa de ajustes.

  • Design
  • Desempenho
  • Consumo de recursos
  • Estabilidade

O Ubuntu 17.10 pode matar um pouco da saudade do Unity, mas com essas modificações podem não agradar muito os usuários do GNOME.

Comentários