in

Rússia multa Twitter e Facebook por não mover dados de usuários para servidores locais

Um tribunal russo multou o Twitter e o Facebook em 4 milhões de rublos cada um pela recusa em armazenar os dados pessoais de cidadãos russos em servidores locais.

Rússia multa Twitter e Facebook por não mover dados de usuários para servidores locais
Em 2017, o Google teve que começar a dar aos usuários russos do Android a opção de escolher o Yandex como seu mecanismo de pesquisa padrão ao configurar um novo telefone. Imagem: Reprodução | Tech Spot.

No final de janeiro, o órgão de controle de telecomunicações da Rússia, chamado Roskomnadzor, instaurou processos administrativos com multa contra o Facebook e o Twitter, depois das empresas se recusarem a armazenar dados de usuários russos em servidores localizados no país.

Rússia multa Twitter e Facebook por não mover dados de usuários para servidores locais

Na quinta-feira passada, um tribunal de Moscou multou o Twitter e o Facebook em 4 milhões de rublos (cerca de US$ 63.000) cada um. Isso se deve ao fato delas se recusarem a armazenar os dados pessoais dos cidadãos russos em servidores localizados na Rússia. Segundo a mídia, essas são as maiores penalidades impostas pelo Kremlin às empresas ocidentais de TI sob as leis de uso da internet desde 2012.

A Associated Press informou:

As multas de quase US$ 63.000 são as primeiras multas de cinco dígitos aplicadas a empresas de tecnologia desde que a Rússia adotou uma enxurrada de leis a partir de 2012, projetadas para reforçar o controle do governo sobre as atividades on-line.

Rússia multa Twitter e Facebook por não mover dados de usuários para servidores locais
O governo russo pode proibir empresas de TI que não cumpram essa lei. Imagem: Reprodução | Tech Spot.

O Roskomnadzor está tentando obrigar os gigantes de TI, incluindo Facebook, Twitter e Google, a mover dados relacionados aos cidadãos russos para servidores na Rússia, permitindo que o governo os monitore.

Além disso, o Roskomnadzor destacou que as multas são uma antecipação de punições adicionais para ambas as empresas. Assim, elas receberão uma multa de 18 milhões de rublos (US$ 283.000) cada uma, caso não cedam este ano.

Não é a primeira vez que o Twitter e o Facebook são multados pelo Kremlin. Em 2019, o cão de guarda russo puniu ambos com uma multa de apenas US$ 47 por violar o mesmo regulamento de dados pessoais.

Por fim, o governo russo pode proibir empresas de TI que não cumpram essa lei.

O governo russo já bloqueou a rede social profissional LinkedIn em 2016 sob a legislação de localização de dados.

Fonte: Security Affairs