in

Samba 4.10 lançado com aprimoramentos e suporte para Python 3

Uma importante atualização do Samba foi lançada. Confira os detalhes.

Samba 4.10 lançado com aprimoramentos e suporte para Python 3

Para aqueles que usam o Samba, uma novidade acaba de chegar. Foi lançado o Samba 4.10 com aprimoramentos e suporte para Python 3. Ele é usado como a reimplementação de código aberto do SMB/CIFS e permite o compartilhamento de arquivos/impressão com sistemas Microsoft Windows. Portanto, o Samba 4.10 está agora disponível como a versão mais recente do recurso do projeto.

Características do Samba 4.10

  • O Samba 4.10 marca o primeiro lançamento que tem suporte completo para o Python 3. O Python 2 também continua sendo suportado. Porém, espera-se que este seja o último lançamento do Samba com suporte total ao Python 2. O Python 3 será usado por padrão quando presente.

    O Samba 4.10 também possui aprimoramentos pré-fork;

  • KDC agora suporta o modelo de processo pré-fork;
  • DCERPC agora suporta processos NETLOGIN pré-bifurcados;
  • o modelo pré-fork agora reinicia processos com falha e outras melhorias no modelo de processo.
  • O Samba 4.10 também possui aprimoramentos de GPO;
  • backups de domínio offline;
  • estatísticas de associação a grupos;
  • aprimoramentos de registro JSON e outras alterações.

Resumo dos novos recursos e mudanças

Melhorias no GPO

Um novo comando ‘spo-tool gpo backup’ foi adicionado para exportar um conjunto de Objetos de Política de Grupo de um domínio em um formato XML generalizado. Um comando ‘spo-tool gpo restore’ correspondente foi adicionado ao reconstruir os Objetos de Diretiva de Grupo do XML após a generalização. (O administrador precisa corrigir os valores das entidades XML entre
o backup e restauração para levar em conta a mudança no domínio).

KDC prefork

O KDC agora suporta o modelo de processo pré-fork e os processos de trabalho serão
‘forked for the KDC’ quando o modelo de processo pré-fork for selecionado para o samba.

Netlogon prefork

O DCERPC agora suporta processos NETLOGON pré-bifurcados. Os processos de netlogon são
pré-bifurcados quando o modelo de processo prefork é selecionado para o samba.

Backups de domínio off-line

O comando ‘backup de domínio da ferramenta samba’ foi estendido com uma nova opção ‘offline’. Isso cria com segurança um backup do banco de dados do DC local diretamente disco. Os backups offline são mais rápidos, armazenam mais detalhes do banco de dados (para fins forenses), e o processo de samba não tem que estar em execução quando o backup é feito.

Estatísticas de associação de grupo

Um novo comando ‘samba-tool group stats’ foi adicionado. Isso fornece resumo informações sobre como os usuários estão espalhados pelos grupos em seu domínio. O comando ‘smal-tool group list –verbose’ também foi atualizado para incluir o número de usuários em cada grupo.

Controle LDAP de resultados paginados

O comportamento do controle de resultados paginável foi alterado para corresponder melhor aos servidores do Windows, para melhorar a memória uso. Os resultados paginados podem ser usados ??internamente (ou são solicitados pelo usuário) por Bibliotecas ou ferramentas LDAP que lidam com grandes resultados, por exemplo, quando listando todos os objetos no banco de dados.

Para mais detalhes, consulte https://wiki.samba.org/index.php/Paged_Results

Reinicialização do processo Prefork

O modelo de processo pré-fork agora reinicia processos com falha. O atraso entre as tentativas de reinicialização são controladas pelo “incremento de backoff do prefork” (padrão = 10) e “prefork maximum backoff” (default = 120) parâmetros smbd.conf.

Modelo de processo padrão

Ao usar o modelo de processo padrão, o samba bifurca um novo processo para lidar com o ldap
e conexões de netlogon. O Samba agora obedece o parâmetro ‘max smbd processes’ smb.conf. O valor padrão de 0 indica que não há limite. O limite é aplicado individualmente ao netlogon e ldap. Quando o limite do processo é excedido o Samba descarta novas conexões imediatamente.

suporte python3

Esta é a primeira versão do Samba que tem suporte total para o Python 3. O Samba 4.10 ainda tem suporte para o Python 2, no entanto, o Python 3 será usado por padrão, ou seja, ‘configure’ e ‘make’ serão executados usando python3. Para construir o Samba com python2, você * deve * definir a variável de ambiente ‘PYTHON’ para ambas as etapas ‘configure’ e ‘make’, ou seja,
‘PYTHON = python2 ./configure’
‘PYTHON = python2 make’

Isso substituirá o padrão python3.

Alternativamente, é possível produzir ligações do Samba Python para ambos Python 2 e Python 3. Para fazer isso, especifique ‘–extra-python = /usr/bin/python2’
como parte do comando ‘configure’.

Note que python3 ainda será usado como padrão neste caso. O Samba 4.10 suporta o Python 3.4 em diante.

Mais detalhes sobre o Samba 4.10 no Samba.org.

Written by Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Google permitirá que os usuários do Android escolham seu navegador pronto para uso

Google permitirá que os usuários do Android escolham seu navegador pronto para uso

flisol-porto-alegre-2019

Abertas inscrições para o FLISol Porto Alegre – 2019