in

Samsung diz que telefones Galaxy não vazam informações pessoais para a China

A Samsung afirma que o acesso às informações do dispositivo é extremamente limitado para a empresa chinesa.

Um relatório divulgado no início da semana passada afirmou que os telefones da Samsung são pré-carregados com software desenvolvido pela empresa chinesa Qihoo e que este software se comunica com servidores na China para o que se acreditava ser uma coleta de dados que poderia envolver suas informações pessoais.

Em uma declaração para o site Softpedia, a Samsung explica que, embora a Qihoo atenda uma pequena parte do recurso Device Care de seus telefones, o acesso às informações do dispositivo é extremamente limitado para a empresa chinesa.

A Samsung diz que a Qihoo pode apenas ler a versão do sistema operacional do dispositivo e a capacidade de armazenamento. Assim, nenhuma informação pessoal fica exposta à empresa.

As reivindicações originais, descritas em detalhes num artigo do site Softpedia News, sugeriam que mais informações poderiam estar expostas porque o módulo Storage no Device Care recebe acesso a todos os arquivos em um telefone Samsung.

Samsung diz que telefones Galaxy não vazam informações pessoais para a China
Segundo a Samsung, nenhuma informação pessoal fica exposta à empresa. Imagem: OpenClipart-Vectors via Pixabay.

A Samsung envia suas informações pessoais para a China?

A Samsung revela no Device Care que certas partes do recurso são realmente alimentadas pela Qihoo. A empresa disse que o software Softpedia Qihoo é usado apenas para identificar arquivos desnecessários armazenados no dispositivo.

A empresa afirmou:

A Samsung leva muito a sério a proteção dos dados de nossos usuários e projetamos nossos produtos com privacidade e segurança. O processo de otimização de armazenamento, incluindo a verificação e remoção de arquivos indesejados, é totalmente gerenciado pelo Device Care em dispositivos da Samsung. A Qihoo 360 Technology Co fornece apenas um diretório de referência para arquivos indesejados conhecidos para nos ajudar a identificar arquivos desnecessários, como arquivos em cache e residuais.

As informações pessoais ficam totalmente protegidas, segundo a Samsung.

A empresa acrescentou:

A Samsung não compartilha dados de identificação pessoal com terceiros ou seus servidores. A Qihoo 360 Technology Co tem acesso a dados como a versão do SO do dispositivo ou a capacidade de armazenamento em um dispositivo. Porém, o único objetivo disso é a otimização do armazenamento.

As reivindicações originais, no entanto, indicavam que o recurso Device Care da Samsung estava se comunicando com servidores chineses a cada lançamento.

Por fim, a Samsung se recusou a fornecer mais detalhes sobre por que o Device Care se conecta aos servidores da Qihoo.

Fonte: Softpedia News

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.