in

Script facilita a instalação do FreeBSD

O FreeBSD 13 vai finalmente aposentar o GCC 4.2

Script facilita a instalação do FreeBSD

O TrueOS (anteriormente PC-BSD) não mais está focado em entregar um desktop BSD de qualidade como antes. Porém, ainda existem opções para um BSD focado em desktops como o MidnightBSD. No entanto, acaba de surgir uma maneira mais simples e fácil para aqueles que querem usar uma instalação do FreeBSD. Assim, ficou mais fácil configurar um desktop usando um novo script. Portanto, um script facilita a instalação do FreeBSD.

O desenvolvedor do FreeBSD, Adriaan de Groot, que fez muito do trabalho de empacotamento do FreeBSD + KDE e outras tarefas ao longo dos anos, decidiu criar um script que facilita a implementação de um desktop a partir de uma instalação limpa do FreeBSD.

E como este Script facilita a instalação do FreeBSD?

Script facilita a instalação do FreeBSD

O script solicita ao usuário que escolha entre o KDE Plasma 5, o GNOME Shell 3.x, o Xfce 4 e o MATE. Assim, todos assumem o padrão do gerenciador de exibição SDDM. Os pacotes relevantes são então instalados através do seu gerenciador de pacotes pkg, além de tentar detectar os pacotes de drivers gráficos apropriados para instalação. Se estiver sendo executado no Oracle VM VirtualBox, as inclusões de convidados do VirtualBox também serão configuradas.

Aqueles que quiserem experimentar este script para implantar um desktop do FreeBSD mais facilmente podem encontrá-lo através do blog de Adriaan.

FreeBSD 13 vai finalmente aposentar o GCC 4.2

Script facilita a instalação do FreeBSD

O GCC 4.2.1 está fora desde 2007 e, embora tenha havido muitas atualizações para a Coleção de Compiladores GNU durante a década, essa versão permanece um tanto comum no BSD devido a ser a última versão sob a licença GPLv2.

O GCC 4.2.2 e o mais novo mudaram para a GPLv3 + e é por isso que vários BSDs mantiveram o GCC 4.2.1 ou, pelo menos, o mantiveram em seu repositório de base. Porém, agora para o FreeBSD 13, esta versão antiga do GCC está pronta para ser retirada. O FreeBSD já está bastante focado no LLVM Clang como seu compilador padrão. Ao mesmo tempo, oferece novas versões do GCC através de seu sistema de gerenciamento de pacotes.

Um cronograma firme foi estabelecido para remover o GCC 4.2.1 antes do lançamento do FreeBSD 13 do próximo ano. Esta linha do tempo inclui a eliminação do GCC 4.2.1 de construções de integração contínua no final do mês e a desativação do GCC 4.2.1 do universo por padrão.

Mudanças a partir do final do ano

No final do ano, eles desativarão o GCC 4.2.1 por padrão. No final de março, removerão o código do compilador inteiramente de seu SVN. No próximo mês, eles também pretendem descartar plataformas não-Clang que não são suportadas pelo LLVM em árvore ou convertidas em uma cadeia de ferramentas externa.

O principal risco aqui é para as arquiteturas de CPU menos comuns, onde o suporte ao compilador LLVM/Clang não está tão bem.

A linha do tempo dá ao powerpc, mips, mips64 e sparc64 9 meses para se integrarem em um compilador em árvore, ou para ter uma solução comprovada de toolchain externa. Isso está no topo dos avisos de muitos anos sobre este ser o jogo final da integração do clang.
Mais detalhes na lista de discussão do FreeBSD.
Via Phoronix

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

7 melhores softwares livres para robótica no Linux

7 melhores softwares livres para robótica no Linux

NetBSD trabalha para excutar Steam

DragonFlyBSD 5.6.2 lançado com mudança para ajudar o Chromium