in

Software da NSA ajuda Projeto Coreboot

A ajuda se dará em relação ao Ghidra.

Software da NSA ajuda Projeto Coreboot

As críticas sobre a atuação da NSA são muitas e constantes. Portanto, não é comum que a Agência Nacional de Segurança seja agradecida por suas contribuições à sociedade. Porém, no caso de um de seus projetos públicos de código aberto, ele será usado para ajudar o pessoal do Coreboot. A ideia é que o software da NSA sirva de ajuda no Projeto Coreboot. Especificamente,  no firmware para Engenharia Reversa.

Como o software da NSA ajuda Projeto Coreboot?

O Ghidra é um projeto de código aberto mantido pela Agência Nacional de Segurança. É uma ferramenta de engenharia reversa que foi originalmente divulgada pelo WikiLeaks e que foi descontinuada no início do ano pela agência. O código foi aberto apenas no início deste ano como uma alternativa ao IDA Pro e outros descompiladores. Os interessados ??neste conjunto de engenharia reversa de software da NSA podem encontrá-lo hospedado em Ghidra-SRE.org.

Como isso se relaciona com a engenharia reversa?

Ferramenta GHIDRA da NSA será de código aberto
NSA

Bem, a questão é que o desenvolvedor Alex James está trabalhando nos módulos Ghidra para o Google Summer of Code 2019. Assim, o objetivo é auxiliar o firmware na engenharia reversa. Esses módulos permitirão o carregamento de ROMs de opção PCI no Ghidra. Do mesmo modo, haverá imagens e scripts de firmware. Tudo para ajudar na engenharia reversa binária do UEFI.

Software da NSA ajuda Projeto Coreboot

O projeto GSoC está apenas começando. Então, a essa altura, não se sabe até que ponto o Ghidra funcionará para ajudar na engenharia reversa. No entanto, você pode acompanhar o progresso aqui. Da mesma forma, pode ver o novo código sendo trabalhado no GitHub.