Spider.ad: suposta falência deixa sites e blogs sem pagamentos!

Emanuel Negromonte
2 minutos de leitura

A Spider.ad, famosa por ser uma alternativa ao Adsense supostamente fechou as portas. A empresa sediada originalmente em Minas Gerais e com filial em São Paulo supostamente fechou as portas. A empresa durante muitos anos foi uma excelente alternativa ao Adsense, mas recentemente ela supostamente faliu, deixando muitos sites e blogs sem receber os valores provenientes da exibição legal de anúncios.

Segundo os relatos, a empresa começou a apresentar problemas há pelo menos 6 meses. Sendo assim, a partir de setembro de 2019, algumas pessoas já relataram problemas com os pagamentos, seja com atrasos, seja pela falta do pagamento.

Spider.ad não se pronuncia sobre suposta falência da empresa e deixa sites e blogs sem pagamentos

A Spider.ad até o momento não fez nenhuma declaração, ou contatou os afiliados sobre o que vai ser feito. O site da empresa está fora do ar, e os e-mails de contato já não funcionam mais. Algumas pessoas têm deixado inúmeros registros no site de reclamações, mas infelizmente a empresa também não se manifestou em nenhum deles.

Agora, muitos já falam em suposta falência. Vale lembrar que mesmo que a empresa tenha falido é possível ingressar com medidas jurídicas para receber o que é devido. Assim, tudo o que ocorreu está sendo visto com grande espanto, pois a empresa é antiga e não era conhecida por ter atitudes como essa.

Desta forma, a empresa pode dar uma declaração sobre isso a qualquer momento, deixamos inclusive os canais de contato com o nosso site para ela ou representante. Nós do SempreUpdate já anunciamos com a Spider.ad há pelo menos 5 anos e não tivemos problemas.

No entanto, lamentamos que a suposta falência tenha prejudicado tanta gente e tirado de muitos uma das alternativas ao Adsense. Por ora, a empresa continua com status de ativa através de uma consulta no site da Receita Federal.

Vamos aguardar.

Share This Article
Follow:
Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.