in

SUSE é novamente uma empresa independente após aquisição da EQT

A empresa mudou de mãos várias vezes ao longo dos anos.

SUSE é novamente uma empresa independente após aquisição da EQT

A SUSE acaba de mudar de dono mais uma vez. Em julho do ano passado, anunciamos que a EQT estava comprando a SUSE por US$ 2,5 bilhões. Agora, finalmente, o processo de aquisição foi concluído.

A SUSE Linux é uma das distribuições mais famosas do Linux. Ela tem suas origens no Slackware. Além disso, a SUSE é também uma das mais antigas empresas de código aberto. Foi a primeira do mundo a comercializar o Linux para empresas.

Ela é uma das distribuições Linux mais fáceis de instalar e gerenciar. Para isso, possui muitos assistentes gráficos para completar várias tarefas. Assim, podemos destacar principalmente sua ótima ferramenta de instalação e configuração YasT.

Ao longo dos anos, a empresa mudou de donos muitas vezes. Foi comprada pela primeira vez em 2004 pela multinacional norte-americana Novell. Em 2005, na LinuxWorld, a Novell, seguindo as etapas da RedHat Inc., anunciou o lançamento da distribuição SuSE Linux para que a comunidade pudesse ser responsável pelo desenvolvimento dessa distribuição. Agora, é chamada de openSUSE.

Esta transação foi seguida pela aquisição da Novell pelo Attachmate Group em 2011 e pela fusão da Micro Focus com o Attachmate Group em 2014. 

SUSE é novamente comprada

SUSE é vendida

Em 15 de março, a SUSE anunciou que está novamente independente depois que A EQT Partners concluiu a aquisição da Micro Focus por US $ 2,5 bilhões.

A EQT é uma empresa líder em investimentos, com mais de 61 bilhões de euros arrecadados. A Micro Focus e a EQT levaram algum tempo para finalizar a aquisição. Porém, agora, pela primeira vez desde 2004, a Suse é independente.

A Suse também anunciou a expansão da sua equipe de gestão. Apesar de seu CEO, Nils Brauckmann, continuar a liderar a empresa, serão feitos alguns ajustes: Enrica Angelone será a nova diretora financeira e Sander Huyts será o Chief Operating Officer. Thomas Di Giacomo, ex-diretor de tecnologia, é agora presidente de engenharia, produtos e inovação.

Momento oportunoSUSE é novamente uma empresa independente após aquisição da EQT

Tendo em conta a recente evolução do mercado com a adoção maciça por empresas de infraestrutura de código aberto, é seguro dizer que esta transição ocorre no momento certo. A experiência da SUSE em software de código aberto, sua marca e sua gama de soluções inovadoras estão em uma posição ideal para aproveitar essa dinâmica de mercado e criar valor significativo para clientes e parceiros.

Seu status independente e o suporte fornecido pela EQT permitirão que a Suse continue sua expansão.

Na verdade, Al Gillen, vice-presidente de desenvolvimento de software e código aberto da IDC, disse:

O retorno da SUSE ao papel da empresa independente de software de código aberto está em um momento crucial no setor. O software de código aberto é a maneira preferida de criar novas soluções e é insubstituível como base para a maioria dos serviços de nuvem pública. Como um dos maiores provedores de software de fonte pura no setor, a independência do SUSE beneficiará os clientes à medida que se baseia em seu legado de excelência técnica, parcerias baseadas em valor e comprometimento. Fornecer soluções tecnológicas orientadas para o mercado.

A empresa está atualmente envolvida em mais de 100 projetos de código aberto e atende milhares de empresas em todo o mundo.

Constante expansão

Com um portfólio em constante expansão e um negócio auto-suficiente, a empresa diz que está em uma excelente posição para atender às necessidades de seus clientes.

Brauckmann também disse:

A ausência de um bloqueio absoluto dos fornecedores e nosso serviço excepcional são mais essenciais para clientes e organizações parceiras. Nossa independência coincide com o nosso desejo de oferecer o melhor. Nossa capacidade de responder constantemente a essas demandas de mercado cria um ciclo de sucesso, dinâmica e crescimento que permite que a SUSE continue oferecendo a inovação que os clientes precisam para atingir suas metas de transformação digital e implementar o gerenciamento de carga de trabalho híbrido. a nuvem que eles precisam para desenvolver sua própria inovação, competitividade e crescimento.

Para mais informações sobre a finalização da aquisição, acesse o anúncio oficial da SUSE.

Written by Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Como instalar do LAMP no Ubuntu 18.04

Como instalar do LAMP no Ubuntu 18.04

A vulnerabilidade do tipo buffer overflow permite assumir o controle dos computadores que acessam as informações de um servidor malicioso de jogos online.

Falha permite acesso remoto através do Steam