Canonical tenta incluir ferramentas de desempenho no Ubuntu 24.04 por padrão

Canonical tenta incluir ferramentas de desempenho no Ubuntu 24.04 por padrão

Canonical tenta incluir ferramentas de desempenho no Ubuntu 24.04 por padrão. Uma proposta foi apresentada pelos engenheiros da Canonical para incluir várias ferramentas de desempenho no Ubuntu 24.04 LTS por padrão para ajudar naqueles que tentam extrair maiores ganhos de desempenho de seus problemas de hardware/software e/ou depuração/criação de perfil.

A proposta quer “tornar o Ubuntu absolutamente ótimo para engenheiros de desempenho”, mas significaria aumentos de tamanho um pouco significativos para os ISOs de desktop e servidor do Ubuntu.

Seguindo ponteiros de quadro por padrão e outras melhorias sendo feitas no Ubuntu 24.04 LTS para melhorar o desempenho e os recursos de criação de perfil desta distribuição Linux, uma proposta foi postada hoje no Ubuntu Discourse para “Incluir ferramentas de desempenho no Ubuntu”.

A especificação foi de autoria de engenheiros da Canonical e, embora carregasse uma data de criação de meados de dezembro, foi postada publicamente hoje no Ubuntu Discourse. A proposta é “incluir ferramentas de desempenho e criação de perfil por padrão no Ubuntu 24.04 (clássico, não core)… Ao falar sobre o que poderíamos fazer no Ubuntu 24.04 para tornar o Ubuntu absolutamente ótimo para engenheiros de desempenho, uma sugestão importante foi incluir essas ferramentas por padrão.”

Pacotes

Canonical tenta incluir ferramentas de desempenho no Ubuntu 24.04 por padrão

Um conjunto de pacotes seria instalado por padrão em todos os sistemas relevantes que executam o Ubuntu 24.04 LTS. Entre os pacotes a serem fornecidos estariam bpfcc-tools, bpftrace, trace-cmd, sysroute, iproute2, entre outros. Um metapacote de “ferramentas de desempenho” também seria fornecido no Ubuntu 24.04 LTS para gerenciar a fácil instalação de todos os pacotes comuns para depurar problemas de desempenho e confiabilidade.

Ao aumentar o número de pacotes sendo instalados, o tamanho obviamente aumenta. Adicionar bpfcc-tools sozinho aumenta o tamanho da imagem ISO em 43MB e o tamanho da instalação em 206MB, enquanto também ter bpftrace aumenta o tamanho da imagem do Ubuntu em mais 80MB e o tamanho da instalação em 367MB. Essas ferramentas BPF estão entre os de maior impacto, enquanto muitos dos pacotes têm menos de 1MB.

Canonical tenta incluir ferramentas de desempenho no Ubuntu 24.04 por padrão

Embora eu seja louco por desempenho do Linux e tudo por mais trabalho relacionado ao desempenho acontecendo, estou um pouco surpreso com essa proposta por querer ter esses pacotes instalados por padrão… Afinal, a maioria dos engenheiros de desempenho deve estar bem ciente de como instalar os pacotes desejados de suas ferramentas preferidas com facilidade. Porém, muitos usuários do Ubuntu, especialmente no desktop, não estão usando bpfcc-tools e bpftrace que é justificado aumentar as imagens do Ubuntu 24.04 em mais de 120MB e o tamanho da instalação em mais de meio GB, sem mencionar o aumento na largura de banda se entregar atualizações estáveis para esses pacotes que podem muito bem não ser usados pela maioria dos usuários do Ubuntu.

Para “tornar o Ubuntu absolutamente ótimo para engenheiros de desempenho” eu dificilmente consideraria ter essas ferramentas instaladas por padrão para todos, tornando as coisas “absolutamente ótimas”, mas pelo menos eu saúdo sua ênfase nos últimos meses, em particular para tentar melhorar o desempenho do Ubuntu e ser mais amigável para desenvolvedores.

Em qualquer caso, aqueles curiosos sobre a proposta de incluir ferramentas de desempenho por padrão no Ubuntu podem encontrá-lo em [Spec] Incluir ferramentas de desempenho no Ubuntu.