Take a fresh look at your lifestyle.

Telegram vai lançar a sua criptomoeda

A criptomoeda do Telegram será chamada de Gram

O Telegram agora vai ter sua própria moeda e os estudos em torno do assunto já estão ganhando o mundo. O projeto esta de pé e já é esperado que o seu lançamento seja em 2019, os líderes do projeto disseram ao site TechCrunch que vão lançar a carteira ainda este ano e que mais informações devem ser divulgadas na próxima semana.

Será criado o “Telegram Open Network” (TON) com tecnologia blockchain (cadeia de registro de dados), até o momento não ficou muito claro se haverá mineração nos aplicativos dos usuários, mas, a única coisa que foi divulgada, é que o Gram foi criado para que os usuários do Telegram que somam mais de 180 milhões, possam realizar pagamento entre si.

O Gram foi criado com o intuito de descentralizar o envio internacional de dinheiro, seria mais uma opção. Com isso, quem precisar enviar aquele dinheiro, poderá fazer sem taxas de remessa, instantânea e muito segura.

Toda essa tecnologia, vai aproveitar a criptografia que já é usada atualmente. Algumas medidas já estão sendo tomadas para evitar a especulação da moeda virtual. O Telegram deve criar uma reserva de 200 milhões de Grams, onde vai reter 52% do total de Grams disponíveis, 4% vão ser direcionados a investimentos nos processos de melhorias constantes tanto do Telegram quanto do Gram e os outros 44% restantes, devem ser vendidos.

O TON deve ser lançado em março deste ano, logo após uma Oferta de Moeda Inicial (ICO). Muito parecido com o (IPO), que é uma movimentação que as empresas fazem para poder entrar na bolsa de valores, o ICO é basicamente uma maneira de arrecadar dinheiro para financiar uma nova criptomoeda, neste caso o Gram.

Funciona da seguinte maneira, os investidores pagam em qualquer criptomoeda existente, como bitcoin e etherum e assim recebem uma nova moeda, o Gram. Os especialistas financeiros que estão monitorando a nova criptomoeda, acreditam que o ICO criado pelo Telegram deve alcançar um valor bilionário.

Para um maior alcance, especialista dizem que o melhor para o Gram seria criar uma plataforma descentralizada de registro de dados (blockchain), com isso, o Telegram estaria isolado de bloqueio de governos de países que o consideram uma ameaça à segurança, como o Irã onde atualmente, o Telegram possui cerca de 40% do tráfego de internet no país.

Confira abaixo um vídeo criado pelo Telegram, desabilite o Adblock para que o vídeo possa ser reproduzido!

Via Techcrunch
Comentários