in

Tema do macOS Big Sur da Apple está chegando ao Linux

Em breve você poderá fazer isso usando o novo tema do projeto B00merang.

A Apple anunciou recentemente seu novo macOS “Big Sur” com as maiores atualizações de design em mais de uma década. Com seu visual moderno, limpo e espaçoso, o objetivo é trazer uma experiência visual totalmente nova. Mas para quem não pode comprar o caríssimos computadores da empresa e vai de Linux mesmo, há alternativas. É que em breve o tema do macOS Big Sur da Apple está chegando ao Linux pelas mãos do projeto B00merang.

Portanto, para ter um computador com a cara do novo sistema da Apple não será preciso gastar muita coisa. Dá para transformar sua interface do usuário no Linux em um macOS. Afinal, não há nada de errado  em aproveitar o poder de personalização do Linux. No entanto, se você estiver procurando por um tema do macOS Big Sur para Linux, talvez ainda não o encontre. Isso só deve ocorrer em breve.

Sim, se você já tentou transformar seu Linux em outro sistema operacional, pode ter se deparado com o Projeto B00merang que cria temas para todas as versões de quase todos os sistemas operacionais. Recentemente, um desenvolvedor abriu um problema no repositório GitHub do projeto, oferecendo ajuda e perguntando sobre os planos para criar o tema macOS Big Sur para Linux. Em resposta, um dos membros do projeto B00merang, Christian Medel, confirma que a equipe está seguindo as diretrizes visuais do macOS Big Spur.

No entanto, eles precisarão atualizar suas ferramentas antes de começar a trabalhar no tema. Embora ele não tenha revelado quando o tema estará pronto, você pode esperar seu lançamento na próxima atualização mensal, ou seja, em julho ou, no máximo, em agosto.

Tema do macOS Big Sur da Apple parece o Deepin Linux 20 e está chegando ao Linux

Antes da chegada do tema Big Sur, uma boa alternativa é experimentar o Deepin Linux 20 Beta mais recente, cuja interface de usuário quase se parece com o novo Big Sur do macOS. Como muita gente sabe, o Deepin Desktop Environment (DDE) é um dos desktops Linux mais bonitos que se assemelham à aparência do macOS. Porém, sempre há aquela polêmica em relação à privacidade do Deepin em 2018. Houve várias acusações de que a distro possuía spyware. Sendo assim, sua reputação diminuiu e muitos usuários de Linux evitam usá-lo.

Importante frisar, no entanto, que nada foi comprovado. Entretanto, se mesmo assim você desconfiar da segurança do sistema chinês, pode obter sua variante na forma do UbuntuDDE, que combina o poder do Ubuntu e do Deepin Desktop Environment.

Tema do macOS Big Sur da Apple está chegando ao Linux