in

Ubuntu Mir Developer cria nova ferramenta de depuração Wayland

Wayland 1.17 lançado. Greenfield Wayland Compositor pode executar aplicativos diretamente no navegador

Uma nova ferramenta de código aberto acaba de ser criada para ajudar a depurar as mensagens do protocolo Wayland. Tudo isso graças à equipe Mir da Canonical. William Wold, um dos contratados recentes da equipe da Mir na Canonical, liderou o trabalho sobre o Wayland-Debug como uma nova ferramenta para depurar os problemas de Wayland. Confira neste post que a equipe do Ubuntu Mir Developer cria nova ferramenta de depuração Wayland.

Características

Wayland 1.16 lançado com algumas atualizações

  • Esta ferramenta Wayland Debug oferece relatórios detalhados das mensagens do protocolo Wayland;
  • Suporta múltiplas conexões;
  • e também suporta pontos de interrupção em mensagens Wayland.

Este assistente de depuração escrito em Python pode ser encontrado através do GitHub. Mais detalhes sobre o Wayland-Debug podem ser encontrados em uma visão geral em discourse.ubuntu.com .

Recursos de Debug Wayland

Saída do Wayland Debug
Divulgação
  • Realce de sintaxe
  • DSL para filtrar mensagens do Wayland: Quer saber quando algum objeto XDG tem uma mensagem de configuração e quando algum objeto tem uma mensagem de confirmação? O comando -f 'xdg_*[configure],[commit]'vai fazer isso.
  • Conhecimento de geração: além do tipo e ID do objeto, cada um também tem uma “geração”. Isso distingue objetos na mesma conexão com o mesmo ID (o primeiro a ter o ID é .0, o segundo é .1 etc.)
  • Inteligentedelete_id: em vez de apenas mostrar um int e fazer você pesquisar o log para descobrir qual ID foi excluído, o Wayland Debug mostra o objeto completo (tipo, ID e geração)

O segundo modo é muito mais emocionante. Nela, ele roda seu programa no GDB, com ele próprio carregado como plugin. Para usar o Wayland Debug desta forma, você precisa ter os símbolos de depuração do libwayland instalados.

Além disso, possui:
  • Múltiplas conexões: tratadas corretamente;
  • Comandos enquanto a execução é pausada (depois de Ctrl + C, atingindo um ponto de interrupção, etc)
    • Ajustar filtro de objeto (isso permite apenas mostrar uma instância de objeto específica, porque você só pode saber seu ID depois de criado)
    • Coloque todas as mensagens até agora através de um filtro diferente
    • Alternar entre conexões;
  • Pontos de interrupção em mensagens do Wayland : você pode especificar um correspondente para ser ativado e, quando uma mensagem correspondente é processada, o GDB parará como um ponto de interrupção normal. A melhor parte é que você obtém um rastreamento completo mostrando por que essa mensagem foi enviada e pode fazer todas as coisas normais do GDB.

Como usar o Wayland Debug

Escrito por Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Após dois anos, sai nova versão do SuperTux

Após dois anos, sai nova versão do SuperTux

Kernel GNU Linux-Libre 5.0 lançado oficialmente para aqueles que buscam 100% de liberdade

GNU Linux-libre 4.20 lançado