in

Um site seguro é essencial para a imagem do seu negócio na Internet

Construa a imagem do seu negócio, confira algumas dicas

Um site seguro é essencial para a imagem do seu negócio na Internet

Construir um site seguro é essencial para sobreviver e prosperar na Internet, especialmente se o objetivo é desenvolver páginas corporativas, e-commerces ou portais para nichos que requerem maior proteção de dados. Por exemplo, uma plataforma de saúde, de investimentos ou de transações financeiras.

Um site bem protegido é fundamental não só para manter as informações da empresa em sigilo, como também para evitar que dados de clientes, fornecedores e usuários vazem para a Internet. Isso tende a gerar problemas a eles e ao negócio, que poderá ser alvo de processos judiciais.

Para ajudar você a fazer boas escolhas desde o desenvolvimento das suas páginas virtuais, a fim de torná-las mais seguras, separamos algumas dicas. Confira!

Escolher uma boa hospedagem

O serviço de hospedagem para um site seguro precisa ter uma boa reputação, além de oferecer ferramentas de proteção virtual e suporte técnico para que as suas páginas permaneçam no ar de maneira adequada.

Vale destacar que boa parte dos dados dos internautas que acessarem o seu site, bem como dele próprio, ficará salva nesse serviço de hospedagem, o que torna imprescindível que ele tenha uma boa segurança virtual.

Caso o site sofra algum ataque virtual que venha a derrubá-lo, é fundamental que a empresa de hospedagem consiga restabelecê-lo o mais rápido possível. Portanto, a dica é buscar fornecedoras desse tipo de solução que apresentem mecanismos e ferramentas de defesa cibernética contra, pelo menos, os riscos virtuais mais comuns.

Manter sistemas e plugins atualizados

Para manter seu site seguro, lembre-se de atualizar constantemente os sistemas e plugins usados nele. Isso é importante porque atualizações corrigem falhas, bugs e vulnerabilidades de modo a melhorar a proteção das páginas e dos recursos do site.

Aliás, há plugins de segurança usados em portais que melhoram a resistência deles contra invasões de cibercriminosos e de malwares. Eles também precisam estar atualizados para que sejam eficientes e consigam acompanhar as atualizações pelas quais as ciberameaças passam ao longo do tempo, fazendo frente a elas.

Realizar backups também torna o site seguro

Dados críticos e estratégicos precisam de backups para que não sejam perdidos por conta de ciberataques, problemas em equipamentos, erros na manipulação deles, etc. Até mesmo atualizações mal sucedidas podem corromper dados necessários às suas páginas virtuais.

Em suma, um site seguro precisa de um recurso de cópia de seus dados para que eles possam ser restaurados quando necessário, contribuindo para a manutenção das atividades da empresa nesse ambiente digital.

Investir em um bom firewall e detector de malware

Firewall pode ser um sistema (software) ou um dispositivo (hardware) de segurança da rede. Também há versões híbridas entre ambos e versões baseadas na nuvem. O firewall monitora o tráfego de entrada e saída de dados da rede, permitindo ou bloqueando tráfegos específicos conforme regras de segurança.

Ele determina que programas de um computador terão ou não terão acesso a links de Internet, bem como que dados podem ser recebidos no computador. Para lidar com o ambiente web e manter o site seguro, há o firewall de aplicação. Esse programa faz uma “barreira” entre o site e o restante da rede, protegendo suas páginas e seus sistemas de ameaças e ações indevidas.

Um detector de malware eficiente também é importante para manter os computadores e sistemas da empresa livres de malwares — especialmente os que fornecem suporte ao site. Além disso, ele protegerá as páginas desses softwares maliciosos, que podem provocar mudanças nos resultados de buscas, redirecionamentos de URLs, inclusão de barras de ferramentas indesejadas, etc.

Implementar o certificado SSL/HTTPS

Um certificado digital confere maior confiança a um site, tanto para usuários quanto para motores de buscas. O SSL/HTTPS, por exemplo, faz com que a troca de dados entre o servidor do site e o navegador do internauta seja mais segura, pois há o uso de criptografia no processo. Por curiosidade, SSL é a abreviação de Secure Socket Layer — em tradução livre, algo como Camada de Soquete Seguro.

Ao instalar o certificado SSL no seu portal, o endereço URL passa a apresentar “HTTPS” no começo. O ícone de um cadeado também aparece ao lado da barra de URL. O site passa a ser autenticado.

Por outro lado, o navegador usado (Google Chrome, Mozilla Firefox, Microsoft Edge) poderá apontar quando o certificado está expirado ou é inexistente, alertando o usuário de que a conexão ao site não é segura. Isso prejudica o tráfego das suas páginas e, consequentemente, o seu negócio na Internet.

Manter procedimentos de segurança entre os colaboradores

Quem administra ou interage constantemente com as páginas da empresa na Web precisa tomar cuidado também se quiser um site seguro. Existem algumas ações que podem facilitar as invasões de cibercriminosos ao portal da empresa e o vazamento de dados, como:

  • definição e uso de senhas fracas;
  • utilização de pendrives ou outros equipamentos pessoais diretamente nos computadores que se conectam com o sistema que mantém o site;
  • falta de critérios ou barreiras no acesso de funcionários a dados sigilosos presentes nas páginas e nos bancos de dados do site;
  • uso de equipamentos defasados, antigos ou com pouca proteção para servirem como servidores. Eles podem ter brechas que facilitam a atuação de agentes virtuais mal intencionados.

Além de investir em recursos de proteção virtual para tornar o site seguro, é importante treinar a equipe que o administrará para que acessem páginas, dados, funcionalidades e outros elementos com a maior precaução possível.

Lembre-se que um site seguro é essencial, inclusive, para obter um bom ranqueamento no Google. Isso porque esse motor de buscas dá preferência às páginas virtuais que sejam melhor protegidas. Quanto mais vulneráveis, maior é a chance de serem preteridas nas posições das pesquisas. Portanto, prezar pela proteção virtual do seu negócio na Internet também é importante para que ele seja achado pelos internautas e potenciais consumidores.

Gostou das dicas que listamos para manter o seu site seguro? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais para que mais pessoas possam saber sobre elas!