in

Valve publica uma nova versão beta do Proton 3.16.6

Cai uso do Steam no Linux

Nos últimos dois anos, a Valve tem financiado ativamente e trabalhando para melhorar as ferramentas existentes para o Linux. É o caso doWine, que oferece compatibilidade para os jogos do Windows.

O Free Wine e o pacote CrossOver criados com base no CodeWeavers, são de longe as ferramentas mais usadas que permitem que a maioria dos jogos e programas do Windows. Apesar disso, nem todos funcionam no ambiente Linux e possuem diferentes graus de sucesso. Porém, muitas vezes é difícil fazer o software funcionar sem problemas, mesmo quando se usam interfaces de software mais elegantes, como o Lutris.

Recentemente a Valve publicou uma nova versão beta do projeto Proton na versão 3.16-6. Para aqueles que ainda não conhecem o Proton,  ele é baseado no projeto Wine e visa a garantir o lançamento de aplicativos de jogos Linux criados para o Windows e apresentados no diretório Steam.

Sobre o Proton

O Proton permite que os usuários do Linux executem aplicativos de jogos que estão disponíveis apenas para o Windows diretamente no cliente Linux Steam.

O pacote inclui a implementação de DirectX 11 (com base em DXVK) e 12 (com base em vk3d), trabalhando através da tradução de chamadas DirectX API Vulkan, fornece suporte avançado para os controladores de jogo e a capacidade de uso no modo de tela cheia, independentemente das resoluções de tela suportadas nos jogos.

Os desenvolvimentos do projeto são distribuídos sob a licença BSD e transferidos para o Wine original e projetos relacionados, como DXVK e vk3d, assim que estiverem prontos.

Atualmente, alguns dos jogos e aplicativos testados e com bom desempenho neste projeto são:
  • Beat Saber
  • Bejeweled 2 Deluxe
  • Doki Doki Literature Club!
  • DOOM
  • Fallout Shelter
  • FATE
  • DOOM II: Hell on Earth
  • DOOM VFR
  • FINAL FANTASY VI
  • Geometry Dash
  • Google Earth VR
  • Into The Breach
  • Magic: The Gathering – Duels of the Planeswalkers 2012
  • Magic: The Gathering – Duels of the Planeswalkers 2013
  • Mount & Blade
  • Mount & Blade: With Fire & Sword
  • NieR: Automata
  • PAYDAY: The Heist
  • QUAKE
  • S.T.A.L.K.E.R.: Shadow of Chernobyl
  • Star Wars: Battlefront 2
  • Tekken 7
  • The Last Remnant
  • Tropico 4
  • Ultimate Doom
  • Warhammer 40,000: Dawn of War – Dark Crusade
  • Warhammer 40,000: Dawn of War – Soulstorm.

Novo Proton Beta

As principais novidades da versão beta do Proton 3.16.6, baseadas no código base do Wine 3.16 são:

  • Propõe-se uma nova implementação da API XAudio2 que permite uma qualidade de som superior em jogos e suporta funções como mistura de volume e efeitos sonoros avançados. A implementação é baseada nos desenvolvimentos do projeto aberto FAudio;
  • Os desenvolvedores estão trabalhando no suporte aprimorado para os mecanismos da web baseados no Chromium integrados aos jogos;
  • Além disso, foi adicionado suporte para gnutls 3.0+, que permitiu resolver muitos problemas relacionados à interação da rede nos jogos .
  • O suporte a jogos em rede foi estabelecido em Hitman 2 e Metal Gear Solid 5.
  • DXVKa implementação de DXGI e Direct3D 11 na API Vulkan, foi atualizado para a versão 0.94, que resolveu os problemas encontrados durante a execução de jogos Anno 2205, Farming Simulator 2019 GTA V, Ni no Kuni II, Dishonored 2 e Middle Earth:Shadow of War.
  • Na configuração, acrescentou a capacidade de forçar LARGE_ADDRESS_AWARE. Isso ajuda a evitar a falta de memória durante a execução de alguns jogos através do Steam Play (por exemplo, Bayonetta).

Como posso testar o Proton?

vapor-linux-próton

Se você quiser experimentar a solução Wine Proton, você deve instalar a versão beta do Steam Play para Linux ou juntar-se à versão beta do Linux Steam Client

Para fazer isso, você deve abrir o cliente e clicar no Steam no canto superior esquerdo e depois em Configurações.

Em Conta, você encontrará a opção de se inscrever para a versão beta.

Fonte

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Versão 2.6 do Darktable traz novos módulos

Versão 2.6 do Darktable traz novos módulos

FBI apreende 15 sites de DDoS para locação

FBI apreende 15 sites de DDoS para locação