SempreUPdate
Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Liberada versão 18.2 Beta do Linux Mint com KDE e Xfce

Após as versões beta do Linux Mint 18.2 "Sonya" com MATE e Cinnamon, as versões KDE e Xfce também estão disponíveis para testes.

O Linux Mint 18.2 continua baseado no Ubuntu 16.04 LTS. E, como tal, a equipe do Linux Mint planeja manter sua série 18 até 2021. Entre as atividades do Linux Mint que acontecem para os ISO 18.2, incluem melhorias no gerenciador de atualizações, atualizações de pacotes de sistema, melhorias na arte do sistema e muito mais.

KDE-Beta Release

Esta versão é fornecida com o ambiente de trabalho do KDE Plasma 5.8.

Gerenciador de Atualizações

O gerenciador de atualizações recebeu muitas melhorias.

Ainda tem a mesma missão e aborda os mesmos problemas que antes (mantendo seu computador seguro, fornecendo correções de bugs e protegendo você de regressões), mas apresenta as coisas de maneira ligeiramente diferente.

Políticas e definições de nível foram aprimoradas para melhorar as atualizações de filtro, dependendo do seu nível de impacto no sistema operacional e sem se preocupar com sua origem. A maioria das atualizações agora são de nível 2. As atualizações de aplicativos que não afetam o sistema operacional são de nível 1. Os kits de ferramentas e ambientes de desktop ou bibliotecas que afetam várias aplicações são de nível 3. Os kernels e as atualizações sensíveis do sistema são o nível 4.

O nível 5 é extremamente raro e não é usado por padrão. Este nível é dedicado a sinalizar as atualizações perigosas ou quebradas.

Mais informações foram adicionadas aos kernels. A seção de ajuda agora possui explicações sobre como os kernels estão instalados, como chamá-los no menu do Grub, como verificar o status do DKMS e como reverter para um kernel anterior.

Muitos atalhos de teclado e opções de menu foram adicionados à janela principal para facilitar a execução de tarefas comuns. Como recarregar, selecionar atualizações de níveis específicos ou aplicar atualizações.

Por último, mas não menos importante, os usuários avançados de Linux agora podem automatizar atualizações escrevendo scripts, rotinas ou trabalhos cron. Graças a uma nova CLI chamada “mintupdate-tool”. Esta ferramenta suporta todos os recursos disponíveis na interface do usuário. Incluindo seleção de nível, atualizações de segurança, atualizações de kernel e lista negra. Você pode usar o “mintupdate-tool” para listar e aplicar atualizações.

Fontes de Software

Pacotes estrangeiros são pacotes que não são fornecidos por qualquer repositório ou cuja versão é diferente da fornecida nos repositórios.

Para facilitar a remoção ou o downgrade destes pacotes, novos botões “Selecionar Tudo” foram adicionados em locais apropriados dentro da ferramenta de configuração “Fontes de Software”.

Melhorias no Sistema

O Brasero ainda está disponível nos repositórios, mas não está mais instalado por padrão.

A conta root está agora bloqueada por padrão. Você pode usar sudo com sua própria senha para se tornar root com “sudo -i”.

O Apt agora suporta os comandos “markauto” e “markmanual” para marcar os pacotes como instalados, respectivamente, automaticamente ou manualmente.

Esta versão é fornecida com o linux-firmware 1.157.10 e o kernel Linux 4.8.0-53.

Xfce-Beta Release

A versão trazida pelo sistema é o Xfce 4.12.

Melhorias no Xfce

O menu do aplicativo Whisker foi atualizado para a versão 1.7.2:

  • Os lançadores agora podem ser editados no menu de contexto.
  • As ações da área de trabalho agora são suportadas.
  • Os nomes das categorias podem ser escondidos nas preferências.
  • As aplicações são carregadas imediatamente.

Esta nova versão também traz atualizações de tradução e correções de bugs. O gerenciador de janelas xfwm4 foi atualizado para a versão 4.13 para trazer as seguintes melhorias:

  • Suporte VSync para evitar quebra de tela.
  • Suporte para cursor escalado ao aumentar o zoom.
  • Correções de erros e melhorias no I18n.

As últimas imagens beta 18.2 estão disponíveis para download:

Blog do Linux Mint

Fonte Fonte
Comentários