in

VirtualBox 6.1 próximo ao lançamento com melhorias em 3D

Também virá com virtualização de hardware ‘aninhada’.

Oracle lança VirtualBox 6.1.2 com suporte ao Kernel 5.5

Além de a Oracle ter enviado uma atualização do Solaris na semana passada, antes de encerrar o fim de semana, sua equipe de virtualização lançou o VirtualBox 6.1 RC1. Assim, o VirtualBox 6.1 está próximo ao lançamento com melhorias em 3D.

O VirtualBox 6.1 está chegando ao lançamento oficial e é provável que isso ocorra antes do quarto trimestre. O VirtualBox 6.1 continua aprimorando o suporte 3D da reescrita da série VirtualBox 6.0, integração contínua em torno da infraestrutura do Oracle Cloud e vários outros recursos.

VirtualBox 6.1 próximo ao lançamento com melhorias em 3D. Alguns dos destaques do VirtualBox 6.1 incluem:

  • Suporte para importar uma VM da nuvem Oracle. Também há um suporte melhor para exportar para o Oracle CLoud;
  • Suporte para virtualização de hardware aninhado em CPUs Intel;
  • Novo suporte 3D via código VBoxSVGA / VMSVGA que utiliza o adaptador virtual VMware SVGA II e, portanto, o código do driver Linux Gallium3D/DRM existente;
  • Uma variedade de melhorias na GUI para aprimorar sua interface com o usuário;
  • Suporte para hosts com até 1024 núcleos de CPU;
  • Código de suporte UEFI atualizado;
  • Implementação aprimorada do controlador USB EHCI;
  • Suporte para compatibilidade com o kernel Linux 5.4;
  • Várias outras correções e melhorias.

Mais detalhes sobre o Candidato 1 do VirtualBox 6.1 Release através dos Fóruns do VirtualBox.org.

Suporte ao Intel SVM publicado para Linux – Outra etapa da GPU de março para o Xe

VirtualBox 6.1 próximo ao lançamento com melhorias em 3D

A semana terminou com uma boa notícia em torno do desenvolvimento do driver gráfico de código aberto Intel. Agora, ele possui Suporte para Memória Virtual Compartilhada (SVM)! Este é mais um passo em direção às próximas GPUs Xe e, finalmente, à emocionante conquista oneAPI.

Os patches preliminares foram publicados na noite de sexta-feira para implementar o suporte à memória virtual compartilhada para o driver DR9 i915, para que um único espaço de endereço possa ser compartilhado entre os threads nas CPUs e GPUs. Isso é crítico para o OpenCL e outras APIs de programação modernas, incluindo suas interfaces oneAPI agora em beta.

Por enquanto, existem 13 patches que fornecem cerca de duas mil linhas de novo código de kernel. Esse suporte ao Intel SVM está vinculado ao código de gerenciamento de memória heterogêneo.

No entanto, os patches não serão encontrados no ciclo do Linux 5.5 a partir da próxima semana. Então, estará no Linux 5.6, lançado como o segundo maior kernel de 2020.

Fonte: Phoronix

 

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Deepin Defender e Deepin Security Center chegam em breve

Desenvolvedores do Deepin criam nova distro UOS 20

DevOps requer novas habilidades e mentalidade

DevOps requer novas habilidades e mentalidade