SempreUPdate
Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Você é aficionado à fotografia HDR? Experimente o aplicativo Luminance HDR no Ubuntu/Linux Mint

Neste artigo você aprenderá a instalar o Luminance HDR no Ubuntu e seus derivados.

Luminance HDR é uma aplicação usada para manipulação e criação de imagens High Dynamic Range (HDR). Baseia-se no kit de ferramentas Qt5, está disponível para Linux, Windows e Mac e é licenciada sob a GNU GPL. Ele fornece um fluxo de trabalho completo para High Dynamic Range (HDR), bem como os formatos de arquivo de Low Dynamic Range (LDR).

O pré-requisito da fotografia HDR são várias imagens digitais de alcance estreito com exposições diferentes. Luminance HDR combina essas imagens e calcula uma imagem de alto contraste. Para visualizar esta imagem em um monitor de computador normal, o Luminance HDR pode convertê-lo em um formato de imagem LDR exibível usando uma variedade de métodos, como o mapeamento de tons.

Recursos

  • Crie um arquivo HDR a partir de um conjunto de imagens (JPEG, TIFF 8bit e 16bit, RAW) da mesma cena realizada em diferentes configurações de exposição
  • Salve e carregue arquivos HDR
  • Rodar e redimensionar arquivos HDR
  • Imagens Tonemap HDR
  • Transformações projetivas
  • Copie dados EXIF entre conjuntos de imagens
  • Suporta internacionalização

Formatos HDR Suportados

  • OpenEXR (.exr)
  • Radiance RGBE (.hdr)
  • Tiff formats: 16bit, 32bit (float) and LogLuv (.tiff)
  • Raw image format (various extensions)
  • PFS native format (.pfs)

Formatos LDR Suportados

  • JPG
  • PNG
  • Portable Pixmap (PPM)
  • Portable Bitmap (PBM)
  • TIFF (8 Bit)
  • FITS

Instalando o Luminance HDR

Disponível para o Ubuntu 17.04 Zesty/16.04 Xenial/14.04 Trusty/Linux Mint 18/17 e outros derivados Ubuntu. Para instalar o Luminance HDR no Ubuntu/Linux Mint, abra o terminal (pressione Ctrl + Alt + T) e use os seguintes comandos:

sudo add-apt-repository ppa:dhor/myway
sudo apt update
sudo apt install luminance-hdr
Fonte NoobsLab
Comentários