vpn-e-uma-necessidade-para-os-usuarios-do-linux

O uso de VPN vem crescendo de forma ascendente no Brasil. Este bum, ocorreu quando houveram suscetivos bloqueios ao Whatsapp, e assim milhares de pessoas recorreram ao uso da VPN em seus smartphones Android, quanto nos computadores com o GNU/Linux. No entanto, muita gente não sabe se deve ou não usar, e também não sabem o que é uma VPN, pensando nisso, hoje vamos explicar um pouco e apresentar um cenário em torno do uso ou não de uma VPN.

O que é uma VPN?

Nos termos mais simples, uma VPN (Rede Privada Virtual) é uma conexão privada com a Internet. Essa privacidade é estabelecida roteando seu tráfego de internet por outro computador com uma conexão segura. Qualquer pessoa que esteja monitorando esse tráfego saberá simplesmente que seu computador está se comunicando com outro computador da rede. Isso os impede de interceptar informações sobre os sites e serviços que você está usando online.

Seu sistema se conecta ao serviço de VPN que, em seguida, se conecta a outros serviços que você está usando online. Todo o seu tráfego de internet é passado através do serviço de VPN para proteger seu anonimato na internet. Você pode comprar um serviço VPN por meio de um provedor ou pode hospedar sua própria VPN em um servidor em nuvem.

Quem precisa de uma VPN?

Mesmo que a conexão seja segura e as informações enviadas não possam ser vistas, o roteador ao qual você se conecta pode ver o site que você acessa, quando e por quanto tempo. Se você está lidando com informações confidenciais ou segredos comerciais, isso pode ser uma informação muito valiosa para muita gente. Esses metadados merecem ser protegidos e compartilhados apenas com um serviço confiável.

Mesmo que você não esteja fazendo nada que precise ser mantido em segredo, a maioria das pessoas prefere que suas atividades online permaneçam privadas. Por esta razão, é uma boa ideia usar uma VPN.

Os usuários do Linux realmente precisam de uma VPN?

Como você pode ver, tudo depende da rede à qual você está se conectando, do que você fará online e da importância da privacidade para você. Se você estiver se conectando a uma rede confiável, poderá fazer uso sem uma VPN. No entanto, se você não confiar na rede ou não tiver informações suficientes para saber se pode confiar na rede, convém usar uma VPN. Como exemplo, você sabe quem tem acesso às informações coletadas pelo serviço WiFi aberto em sua cafeteria local? Você gostaria que eles soubessem onde você está online, quando e por quanto tempo você usa esse serviço? Se não quer que eles tenham acesso a essas informações, uma VPN pode ajudar a proteger essas informações enquanto você usa a rede delas.

A questão do que você fará online é tão importante quanto a confiança depositada na rede. Por exemplo, existem tarefas de negócios e finanças pessoais que você não deseja que sejam interceptadas. No entanto, a maioria das pessoas não estaria muito preocupada com alguém que tenha informações que mostrem a previsão do tempo precisa, de acordo com o rastreamento de sua localização. A VPN não é sinônimo de segurança contra malwares ou ameaças, isso tem sido a interpretação de alguns, mas é uma proteção em torno das informações que ali serão transmitidas.

Hoje, algumas pessoas desistiram de todo o conceito de privacidade. Para eles, nenhuma VPN realmente garante o anonimato na rede. O uso de uma VPN bloqueia o seu provedor de Internet descobrir o que você está fazendo online.

Antes de escolher qualquer VPN que seja exibida em sua busca na internet, confira se ela coleta alguma informação, afinal, se isso ocorrer, você estará somente protegido da interceptação de dados da sua internet, no entanto, a própria VPN vai coletar dados. Fique atento e leia bem as características destes serviços, ou você vai trocar seis por meia dúzia.

Redação
Este usuário é utilizado quando um post é migrado de um usuário para outro, ou quando alguém envia um conteúdo ao SempreUPdate.

    Conheça Station, a estação de trabalho tudo em um

    Previous article

    Speck recebe sentença de morte do Kernel Linux

    Next article

    You may also like

    More in Artigos