in

Xiaomi Mi 11 Pro finalmente é lançado

Câmeras melhores, classificação IP68, carregamento mais rápido e muito mais

xiaomi-mi-11-pro-finalmente-e-lancado
Imagem: Reprodução | Gizmochina

Entre os três novos telefones Mi 11 anunciados no evento de ontem da Xiaomi, está o Mi 11 Pro, que vem com atualizações significativas em relação à versão padrão anunciada em dezembro do ano passado.

O Mi 11 Pro não é o mais fino dos dispositivos, mas a Xiaomi consegue manter a espessura abaixo de 9 mm e o peso em 208 gramas, mesmo com a enorme bateria de 5000mAh. Além disso, o telefone tem um display curvo e uma parte traseira curva de vidro. Ele mantém o design da caixa da câmera do Mi 11 e vem em três cores, incluindo um roxo com acabamento fosco.

Especificações do Xiaomi Mi 11 Pro

O Xiaomi Mi 11 Pro possui uma tela Samsung E4 AMOLED curva de 6,81 polegadas com uma taxa de atualização de 120Hz. A tela de 10 bits também possui Dolby Vision, uma inovação no telefone Xiaomi. Outros recursos são uma certificação de proteção de tela SGS, um brilho máximo de 1700 nits, Corning Gorilla Glass Victus para proteção e uma classificação Display Mate A+.

Além disso, o dispositivo também possui certificação HDR10+. A Xiaomi diz que também aplicou um protetor de tela quadriculado antibacteriano, então você não precisa comprar um. Você também recebe um estojo antibacteriano na caixa.

O Mi 11 Pro vem com o processador Snapdragon 888, emparelhado com até 12 GB de RAM LPDDR5 e 256 GB de armazenamento UFS 3.1. Além disso, existe um sistema de resfriamento com mudança de fase que ajuda a manter o dispositivo resfriado.

O dispositivo ainda conta com alto-falantes estéreo Harmon Kardon. Há também NFC, um IR blaster, Wi-Fi 6E e uma classificação IP68, que também é a primeira para um telefone Xiaomi. O Mi 11 Pro executa o MIUI 12.5 baseado no Android 11 pronto para uso.

O Xiaomi Mi 11 Pro conta com uma bateria de 5000mAh que vem com uma nova tecnologia de bateria para um design mais fino. Ele suporta carregamento rápido de 67 W com fio e 67 W sem fio e carregamento sem fio reverso de 10 W. Independentemente do tipo carregamento, você terá sua bateria totalmente carregada em apenas 36 minutos.

xiaomi-mi-11-pro-finalmente-e-lancado
Imagem: Reprodução | Gizmochina

Câmeras Xiaomi Mi 11 Pro

xiaomi-mi-11-pro-finalmente-e-lancado
Imagem: Reprodução | Gizmochina

O departamento de câmera é uma das principais atualizações em relação ao Mi 11 padrão. Para a câmera traseira principal do Pro, a Xiaomi adotou o super sensor Samsung ISOCELL GN2 de 50MP com um tamanho de sensor de 1/1,12 ?, o maior sensor de câmera em um telefone móvel. É também a primeira câmera com Dual Pixel Pro e tem Dual Native ISO Fusion, Stagger HDR, uma abertura f/1.95, OIS e uma lente 8P.

Abaixo, está uma lente zoom periscópio de 8MP f/3.4 com OIS e zoom óptico de até 5x, zoom digital de 50x e uma distância focal de 120 mm. A terceira câmera é uma câmera de ângulo ultralargo 123° 13MP f/2.4 com uma lente 5P como a câmera de periscópio. Um flash LED de dois tons fica ao lado da caixa da câmera. O telefone pode gravar em 8K e também pode gravar vídeos em câmera lenta a 1920 fps.

O telefone não vem com um carregador por padrão, mas há uma opção para um carregador gratuito de 67 W na finalização da compra, semelhante ao que a Xiaomi ofereceu com o Mi 11. Outra opção é comprar o telefone junto com o carregador sem fio de 80 W que inclui um Adaptador de energia de 120 W.

Com informações de: Gizmochina

Written by Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

diretor-de-produtos-anuncia-sua-saida-da-hmd-global-e-nokia

Diretor de produtos anuncia sua saída da HMD Global e Nokia

Google Maps terá mapas de qualidade do ar, navegação interna e mais de 100 novos recursos alimentados por IA

Google Maps terá mapas de qualidade do ar, navegação interna e mais de 100 novos recursos alimentados por IA