000 - 5 boas atitudes em comunidades Linux

Este artigo foi baseado na vivência deste autor em comunidades Linux, principalmente em grupos de discussão no Telegram, Whatsapp e Facebook. Acredito que todo mundo já tenha errado nessa vida e que o mais importante é aprender com estes erros e compartilhar o aprendizado. Portanto gostaria de reforçar essas 5 boas atitudes em comunidades Linux que você deve praticar.

5 boas atitudes em comunidades Linux

Antes de mais nada, preciso destacar o significado da palavra comunidade, que segundo o dicionário Michaelis significa:

Comunidade: “Grupo de pessoas que vivem em comum e cujos recursos materiais pertencem a todos. A sociedade como um todo. Grupo de pessoas ligadas pela mesma profissão ou atividade”.

Portanto, acredito que os participantes de comunidades devem agregar informação para um bem maior, sem constrangimentos, sem ofensas, defendendo suas ideias de forma saudável e democrática. Abaixo descrevo 5 boas atitudes que toda pessoa deve ter em comunidades Linux, independente de ser novato ou especialista na área.

 

1. Empatia

Sempre levo essa atitude para todas as áreas da minha vida, principalmente quando lidou com outras pessoas que eu nem conheço pessoalmente, que é a maioria dos casos em comunidades Linux em redes como Telegram, Facebook, Whatsapp, LinkedIn, entre outros.

001 - 5 boas atitudes em comunidades Linux large

Então antes de responder ou fazer qualquer pergunta, se coloque no lugar da outra pessoa. Vou citar alguns exemplos práticos que eu já presenciei e que não devem ser feitos!

  • “Procura no Google!”: Não parta do princípio que toda a pessoa é “preguiçosa” ou que a dúvida dos outros é “menos importante” que a sua. Ninguém nasceu “expert” em Linux e entenda que existem pessoas que aprendem de formas diferentes (cinestésico, auditivo e visual). Por exemplo neste link temos uma explicação sobre o assunto. Inclusive pode te ajudar na forma que você e os outros estudam.
  • Qualquer pergunta é uma pergunta: Se a pessoa pergunta “Como se abre um terminal no Linux” ou “Quais são os parâmetros de tunning de sistema operacional para instalação de um banco de dados Oracle”, ambas são perguntas e não os despreze por conta da sua complexidade. Lembre-se que comunidade é isso, é troca de informações e experiências.
  • Eu sou o melhor aqui nessa comunidade”, “Me respeite porque eu sou o administrador deste grupo e posso te banir”, “Seu lixo!”: Antes de qualquer coisa, somos todos humanos. Não utilize “o mundo virtual” como uma terra sem lei. Tenha humildade e educação, independente do seu papel na comunidade, de iniciante a administrador. Se você não concorda com algo, argumente!

 

2. Atenção com a forma de escrever e ler

Tome cuidado com a forma que você escreve em comunidades e principalmente com a interpretação dos textos. Seja educado com as pessoas, trate elas como você gostaria de ser tratado. Falar “bom dia, boa tarde, boa noite, obrigado” não custa nada. E também não parta do princípio que todo mundo está  “nervoso, gritando ou xingando”.

002 - 5 boas atitudes em comunidades Linux large

Novamente a empatia entra em ação. Pare e se pergunte: Como eu reagiria com a pergunta ou resposta que eu estou escrevendo? Será que eu posso escrever a mesma ideia com outras palavras? Para que utilizar CAIXA ALTA em determinada mensagem? Existe uma técnica chamada paráfrase que mostra exatamente como escrever a mesma ideia de forma “mais positiva” ou “mais negativa” da ideia que queremos passar.

 

3. Abra a sua mente

Comunidades Linux sempre promovem novas experiências, novas ferramentas de produtividade, novas maneiras de resolver problemas e otimizar processos. Para que ser fanático sobre determinado sistema operacional ao ponto de menosprezar as outras opções?

003 - 5 boas atitudes em comunidades Linux

Pessoas são diferentes e têm necessidades diferentes. Pelo menos em Linux existe uma gama de opções de distribuições como mostra o mapa de distribuições GNU/Linux.

Inclusive aqui no SempreUpdate sempre temos bons artigos comparando diferentes ferramentas que servem para diferentes públicos.

Quais as principais distribuições Linux para iniciantes?

As dez principais diferenças entre Debian e Red Hat

Como instalar programas pelo terminal em várias distribuições Linux

Portanto não desmereça as outras pessoas que a ferramenta que ela usa é um “lixo”, que é para usar a ferramenta Y simplesmente porque é “melhor”. Se você chegar a este nível de discussão, tente argumentar, mostre as funcionalidades que a ferramenta possui e respeite a opinião do outro.

 

4. Foco no assunto

Em princípio, conversas paralelas são normais e inclusive saudáveis em comunidades. Além disso também é um ambiente interessante para socializar e conhecer outras pessoas que possuem os mesmos interesses que os nossos. Inclusive em comunidades surgem ótimas oportunidades para participar de projetos, ganhar experiência e até conseguir a tão sonhada vaga de emprego na área.

004 - 5 boas atitudes em comunidades Linux

Mas nunca, em hipótese alguma, utilize esses canais para promover assuntos que não condizem com o objetivo da comunidade. Propagandas políticas e de produtos aleatórios, repassar correntes e imagens que não condizem com o assunto, brigar com determinado participante por assuntos pessoais são ações que não adicionam em nada. Lembre-se também que a maioria das comunidades possuem administradores e moderadores que podem te banir por conta disso.

Por isso sempre leia as políticas de cada comunidade, ou caso não tenham políticas explícitas, entre em contato com os administradores e moderadores para se informar. Perguntar não custa nada e evita constrangimentos desnecessários.

 

5. O mundo pode não ser pequeno, mas com certeza é apertado!

Normalmente, quando você entra no mundo das comunidades, participamos de várias. Então lembre-se que isso é válido para todo mundo. Se você faz alguma bobagem em uma comunidade e é banido por algum motivo, os participantes ficam sabendo e podem também te banir em outras comunidades, dependendo da gravidade da bobagem feita.

005 - 5 boas atitudes em comunidades Linux

Outro ponto interessante é que isso pode ocorrer inclusive fora do mundo virtual. Por exemplo, já vi relatos de pessoas que não foram selecionadas para determinada vaga de emprego por conta do selecionador conhecer o comportamento do candidato em determinada comunidade.

Então evite ter comportamentos desnecessários e não dissemine o ódio entre as pessoas. Além do conhecimento técnico, também precisamos do conhecimento humano, da sensibilidade e da empatia para vivermos em comunidade.

Em conclusão espero que este artigo tenha ajudado a entender como é bom participar de comunidades Linux, compartilhar conhecimento, tirar dúvidas e fazer parte de algo maior. Por isso vamos fazer desses grupos um ambiente mais agradável e produtivo. Inclusive temos um grupo no Telegram que é bem ativo e aberto a discussões relacionadas ao mundo Linux. Pratique e compartilhe essas 5 boas atitudes em comunidades Linux. Até breve!

LuKazHiro
Entusiasta Linux desde a época em que as distribuições eram vendidas em CD's nas bancas de jornais. Formado em Ciência da Computação, certificado LPIC-3 e RHCE. Estudante constante de tecnologia, sempre procurando, ensinando e aprendendo com a galera!

Como instalar o OpenJDK 8 no Ubuntu

Previous article

Confira a lista de celulares que devem receber o Android Pie

Next article

You may also like

More in Artigo