SempreUPdate
Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Quais as principais distribuições Linux para iniciantes?

Vai começar a usar o GNU/Linux e não sabe por onde começar?

Várias pessoas discutem sobre qual distribuição iniciar, temos muitas opções de distribuições para que você não tenha dúvidas quanto a isto. Então, confira as principais distribuições GNU/Linux que geralmente os iniciantes resolvem instalar para começar a usar, o texto é ideal para quem quer começar a usar o GNU/Linux e não sabe por onde começar, então recomendamos testar uma das distribuições abaixo.

Nota: Todas as distribuições abaixo possuem vários ambientes de desktop disponível, tudo pode ser alterado através de personalizações, sugerimos que teste-as e também acesse os sites dos projetos para que você possa conhecer outros ambientes e suas variações, as quais são chamadas de sabores.

Distribuições GNU/Linux recomendadas para iniciantes!

Ubuntu

Quais as principais distribuições Linux para iniciantes

Voltada principalmente para usuários iniciantes ela possui ferramentas de fácil manipulação e com um gerenciador de programas que facilita a instalação de softwares. Atualmente com Unity é um ambiente super amigável, o ubuntu tambem é um sistema completo, quando se faz a instalação fácil, ele instala tudo que é necessário para que ele rode tranquilamente.

Prós: Comunidade forte e grande número de usuários a nível internacional. Fácil para qualquer um que resolva usar. Dois ciclos de lançamento o primeiro de nove meses e o segundo LTS, que como o nome sugere, Longo Tempo de Suporte que geralmente é usada por profissional de TI.
Contras: O seu principal ambiente agora é o GNOME 3 com muitas modificações que lembram o Unity, no entanto existem outros “sabores” como XFCE (Xubuntu) LXDE (Lubuntu) KDE (Kubuntu) GNOME (Ubuntu) e outras variantes, no entanto, essa mudança para o GNOME tem sido alvo de reclamações dos usuários que preferem o Unity a este ambiente.

Linux Mint

Quais-as-principais-distribuições-Linux-para-iniciantes

Por ser baseada no Ubuntu, o Linux Mint traz consigo muitas ferramentas que facilitam sua configuração. Bem como ubuntu, o Mint também tem foco em usuários iniciantes no Linux, está entre as três primeiras distribuições mais usadas.

Prós: O Linux Mint seria tudo que o Ubuntu deveria ser, mas não é por algum motivo inexplicado ou superficial. É aberto a comunidade e aceita sugestões de usuários e cheio de programas out-of-box. De fácil instalação.
Contras: As outras variações do Mint (Versão comunidade com KDE e XFCE) nem sempre vem os últimos recursos da distro principal. Pouca preocupação com a segurança em relação a outras distros.

Fedora

Quais-as-principais-distribuições-Linux-para-iniciantes-2

Ainda com o controle da Red Hat sobre o projeto, é inegável que as tecnologias de segurança e inovação que surgiram no Fedora passaram despercebidas: O instalador Anaconda, o ambiente de virtualização XEN e muitas contribuições ao Kernel do Linux fez da comunidade do Fedora e do Red Hat ganharem prestígio e renome.

Prós: Distribuição com implementos avançados de segurança, ciclo de lançamentos fixo, muitos pacotes suportados, distribuição com constantes inovações.
Contras: A influência da Red Hat no projeto fez da distro uma espécie de “laboratório de testes” para uso na versão corporativa da empresa. Em termos práticos, o Fedora acabou prezando pelas ferramentas corporativas de segurança, virtualização etc e esquecendo a usabilidade do Desktop.

openSUSE

Quais-as-principais-distribuições-Linux-para-iniciantes-2

Originalmente uma modificação do Slackware (uma distribuição voltada usuários avançados e de filosofia minimalista) lá em meados de 1994, o S.u.S.E, como era conhecido antes de ser adquirida pela Novell em 2004, oferecia uma opção variada a entusiastas da informática. Desde então, o SUSE foi dividido em openSUSE (desenvolvida pela comunidade para uso doméstico) e no SUSE Enterprise Linux (para uso corporativo e empresarial, oferece suporte técnico e vem com softwares proprietários).

Prós: Oferece o YaST, uma ferramente de configuração completa e intuitiva que serve tanto para usuários novatos e avançados. RPM-Delta permite atualizar componentes do sistema baixando apenas as modificações.
Contras: Diversos recursos desnecessários e as vezes inutilizados, que acaba deixando o sistema pesado. Pouca documentação em português.
Agora, se você quer uma lista completa com as melhores distribuições GNU/Linux.
Você quer recomendar outra distribuição? Deixe nos comentários!
Comentários