Como instalar programas pelo terminal

É do entendimento de todos quando se trata de sistemas GNU/Linux existem inúmeros distribuições, com vários propósitos, aparências, e que atendem as mais diversas necessidades dos seus usuários. Apesar de muitas semelhanças e derivações, alguns detalhes se diferem um pouco, entre eles a forma de instalar softwares pela linha de comando. Veja agora como instalar um programa pelo terminal em várias distribuições.
Logo abaixo será listado várias distribuições populares. É importante conhecer os comandos abaixo, pois muitas outras distribuições derivam delas. Com isso você terá uma base para instalar software em praticamente qualquer sistema GNU/Linux. Temos um artigo relacionado aqui no site de como instalar programas pelo terminal.

Como instalar programas pelo terminal

Iremos mostrar como instalar programas pelo terminal dependendo da distribuição usada. Observe a lista abaixo.

 

Debian e Ubuntu

O Debian é o “pai” de uma vasta quantidade de distribuições Linux, incluindo o Ubuntu, Linux Mint e quase todas que usam o gerenciador de pacotes APT. Dessa forma, para usar o APT basta que você informe o nome do pacote antes do “install“.

sudo apt install nome_pacote

Observe a imagem abaixo:

Como instalar programas pelo terminal em varias distribuições Linux

Figura 01 – Instalação em distro derivada do Debian.

Fedora

O Fedora é o pioneiro da família de distribuições Red Hat a adotar o novo gerenciador de pacotes DNF. Ele provavelmente será escolhido pelo RHEL e pelo CentOS na versão 8.0. O DNF se comporta muito como o antigo gerenciador de pacotes do YUM e é bastante fácil de usar.

dnf install nome_pacote

CentOS / RHEL

O CentOS e o RHEL usam o antigo gerenciador de pacotes YUM. Ele Funciona da mesma forma que outros já citados, basta informar o nome do programa.

yum install nome_do_pacote

OpenSUSE

O OpenSUSE usa o formato de pacote RPM conforme as distribuições da Red Hat, mas usa seu próprio gerenciador de pacotes: o Zypper. Zypper permite que você use o install, ou você pode encurtá-lo.

zypper install nome_do_pacote

Ou:

zypper in nome_do_pacote

Arch Linux

O Arch Linux tem seu próprio gerenciador de pacotes chamado Pacman. Pacman não é como os outros. Foi escrito apenas para o Arch com foco na simplicidade. Pacman usa flags em vez de palavras para especificar uma ação. Para instalar, use a flag -S.

pacman -S nome_do_pacote

Gentoo

O Gentoo se difere um pouco dos demais. Ele usa o gerenciador de pacotes do Portage. Ele é algo completamente diferente porque o Gentoo é uma distribuição baseada em fontes. Não tem pacotes compilados. Ele puxa o código-fonte de um programa e o compila sob demanda, então o Portage é essencialmente um gigantesco script unificado de instalação. Para instalar um pacote com o Portage, use o comando emerge.

emerge --ask nome_do_pacote

Void Linux

O Void Linux é dos mais novos da lista, mas está mostrando uma promessa real de ser uma distribuição em alta no futuro. O Void Linux não é um descendente de nenhuma distribuição existente. Em vez disso, seus criadores construíram sua distribuição do zero, escolhendo o software que desejavam incluir.

Como resultado, o Void Linux tem seu próprio gerenciador de pacotes, o XBPS se comporta semelhante ao Arch’s Pacman, e ainda assim é um sistema muito diferente. Como o Pacman, o XBPS usa flags. Mas, nesse caso, inclui a o comando “install” na estrutura do comando.

xbps-install -S nome_do_pacote

Solus

Solus também é distribuição relativamente nova. Na verdade, a equipe do Solus pretende levá-lo ao status de uma das poucas distribuições recém lançadas a se estabilizarem no ecossistema Linux. Estranhamente, o Solus não é voltado para servidores.

Em vez disso, os desenvolvedores da Solus dedicaram todos os seus esforços para tornar a Solus a melhor distribuição de desktops possível. A Solus também possui seu próprio gerenciador de pacotes, o Eopkg. Ele se comporta muito como o APT do Debian. Segue a sintaxe do comando.

eopkg install nome_do_pacote

Conclusão

Cada um dos gerenciados de pacotes aqui apresentado tem seu diferencial. Apenas com o uso constante podemos realmente aprender como instalar programas pelo terminal e nos habituar a qualquer um deles. Com eles, podemos remover, reconfigurar pacotes e atualizar pacotes. Em algumas distribuições, como Debian e Ubuntu, você pode atualizar todo o sistema operacional para uma versão mais recente através do gerenciador de pacotes.

Ao instalar uma nova distribuição na sua máquina, primeiramente devemos nos adaptar ao gerenciador de pacote. Isso nos torna mais produtivo e evita possíveis imprevistos no futuro.

Conheça o Peppermint 9 que acaba de ser lançado.

Previous article

Ubuntu é usado em todo o mundo, revela pesquisa

Next article

You may also like

More in Dicas