in

Alternativa ao Raspberry Pi tem processador Intel Core de 8a geração e 16 GB de RAM

Placa é voltada a projetos como IA, computação de ponta, sinalização e drones. Porém, o custo é de quase US$ 800.

Alternativa ao Raspberry Pi tem processador Intel Core de 8a geração e 16 GB de RAM

As placas Raspberry Pi são ótimas para projetos pequenos e, às vezes, projetos ainda maiores. Entretanto, alguns aplicativos precisam de muito mais desempenho. É aqui que as placas mais potentes, como a AAEON PICO-WHU4, se destacam. A alternativa ao Raspberry Pi tem processador Intel Core de 8a geração e 16 GB de RAM mas custa bem caro.

Devido as especificações muito mais robustas, a placa é voltada a projetos como Inteligência Artificial, computação de ponta, sinalização e drones. Porém, esbarra em um custo alto, de quase US$ 800. Para o Brasil, somente com a conversão direta, sem a cobrança de impostos ou taxas, sai por nada menos que R$ 4.277, aproximadamente, no câmbio atual.

Alternativa ao Raspberry Pi tem processador Intel Core de 8a geração e 16 GB de RAM

Enquanto um Raspberry Pi 4 vem com um processador SoC quad-core Cortex-A72 (ARM v8) de 64 bits, rodando a 1,5 GHz e entre 1 GB e 4 GB de RAM, o PICO-WHU4 é mais como um PC de última geração.  As especificações técnicas são particularmente impressionantes, tanto quanto o preço.

Especificações técnicas do PICO-WHU4:

  • 8o SoC do processador Intel Core i5
  • Slot DDR4 SODIMM não-ECC único que suporta até 16 GB de RAM
  • Fator de forma PICO-ITX
  • Duas portas HDMI 1.4b
  • GbE x 2
  • SATA 6.0 Gb/sx 1
  • GPIO x 4
  • USB 3.2 Gen 2 x 2 (traseira), conector USB 2.0 x 2 pinos, RS-232/422/485 x 2
  • MSATA ou mPCIe de tamanho completo x 1 (selecione pelo BIOS), M.2 2230 (tecla E) x 1
  • Somente 12V (bloco terminal)

O preço para o brinquedinho é de US$ 783. Sem dúvida é uma máquina muito boa, porém há outras alternativas no mercado que também podem realizar o serviço, apesar de não terem a mesma eficiência.

Veja também:

Conheça as melhores alternativas ao Raspberry Pi

Canonical dobra o suporte ao Raspberry Pi e promete novas ferramentas e serviços

Os melhores sistemas operacionais para Raspberry Pi!

Fonte: ZDNet