in

AMD confirma que os chipsets X570 e B550 suportarão a arquitetura Zen 3 de próxima geração

A AMD disse que haverá inevitavelmente um momento em que eles terão que fazer uma transição.

AMD confirma que os chipsets X570 e B550 suportarão a arquitetura Zen 3 de próxima geração
Imagem: Reprodução | Tech Spot.

A AMD confirmou que seus processadores de desktop AMD Ryzen de última geração, que utilizarão a arquitetura Zen 3, serão compatíveis com as placas-mãe AMD X570 e B550.

AMD confirma que os chipsets X570 e B550 suportarão a arquitetura Zen 3 de próxima geração

A afirmação veio como cortesia de um roteiro revisado que agora ilustra o suporte ao Zen 3 nos chipsets mencionados acima. Ao anunciar a compatibilidade, a AMD disse que seria necessária uma atualização da BIOS, mas isso é um pequeno obstáculo a ser superado em troca de não ter que comprar uma nova placa-mãe.

AMD confirma que os chipsets X570 e B550 suportarão a arquitetura Zen 3 de próxima geração
Imagem: Reprodução | Tech Spot.

A AMD observou que não tem planos de introduzir o suporte à arquitetura Zen 3 para chipsets mais antigos (série X pré-500). A empresa disse que deseja permitir suporte completo para todos os processadores de todos os chipsets. Todavia, os chips de memória flash que armazenam as configurações da BIOS têm limitações de capacidade.

Dadas essas limitações e a longevidade sem precedentes do soquete AM4 (existe desde o final de 2016), a AMD disse que haverá inevitavelmente um momento em que eles terão que fazer uma transição e o chipset da série 500 é o momento.

É inteiramente possível que os fabricantes de placas-mãe expandam o suporte, oferecendo suporte Zen 3 nas placas-mãe AMD X470 e B450 existentes, por exemplo.

Esse foi o caso quando várias placas-mãe X370 receberam suporte do Ryzen 3000 por meio de atualizações da BIOS, embora ainda não seja oficialmente suportado pela AMD.

Fonte: Tech Spot

Leia mais:

Chip da Samsung e AMD humilha chip Qualcomm em benchmark vazado

Plano interno da AMD mostra suporte nativo a DDR5 e USB 4.0 chegando em 2022

Overclock extremo pressiona um AMD FX-8350 além de 8.1 GHz

Novos processadores Ryzen 3 para desktop da AMD agora são oficiais

Placa de vídeo integrada do AMD Ryzen 7 4800U quase se iguala à GeForce MX250