in

Após atrasar desenvolvimento do Deepin, surto de coronavírus prejudica DEF CON China

A equipe do DEF CON espera que o surto de 2019-nCoV melhore e eles possam continuar conforme o planejado ou reagendar.

Após atrasar desenvolvimento do Deepin, surto de coronavírus prejudica DEF CON China

O grande surto do perigoso coronavírus que se espalha pelo mundo já está provocando estragos também na área da tecnologia. Depois de atrasar o desenvolvimento do Deepin versão 20 (a cidade de Wuhan, onde o surto começou também é sede da distro chinesa) o surto de coronavírus prejudica a DEF CON China. Os organizadores da conferência de segurança cibernética DEF CON anunciaram que estão suspendendo a edição chinesa deste ano devido ao atual surto de coronavírus Wuhan (2019-nCoV).

A China anunciou uma suspensão de seis meses em eventos como o nosso, como parte do esforço para combater o surto de coronavírus, disse a equipe do DEF CON em um post no fórum.

A DEF CON é uma das 3 principais conferências de cibersegurança de maior prestígio atualmente. A conferência é realizada todos os anos em Las Vegas, no mês de agosto.

Após atrasar desenvolvimento do Deepin, surto de coronavírus prejudica DEF CON China

Após atrasar desenvolvimento do Deepin, surto de coronavírus prejudica DEF CON China

A edição chinesa da conferência DEF CON, que teria atingido sua segunda edição este ano, estava marcada para ocorrer em Pequim entre 17 e 19 de abril.

Os organizadores disseram que estão suspendendo a conferência DEF CON China 2.0, mas não cancelaram oficialmente o evento.

A equipe do DEF CON ainda espera que a situação na China continental melhore e eles possam continuar conforme o planejado, ou pelo menos remarcar para uma data posterior.

Saiba que estamos comprometidos em realizar o evento quando for seguro, disseram os organizadores. A situação ainda está em desenvolvimento. Estamos trabalhando para encontrar datas alternativas para o DEF CON China 2.0.

Wuhan como epicentro

Acredita-se que o coronavírus 2019-nCoV tenha se originado na cidade de Wuhan, China. Até agora, o vírus matou 81 pessoas e infectou mais de 2.800 somente na China continental. No Brasil, há casos suspeitos em Minas Gerais. 

O Center for Systems Science and Engineering lançou hoje um painel on-line para rastrear o surto de 2019-nCoV, que se espalha pela China e pela Ásia, América do Norte e Europa.

Recursos oficiais adicionais para o rastreamento de 2019-nCoV estão disponíveis nos Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças e na Organização Mundial de Saúde.

Especialistas em saúde alertaram os usuários da Internet a tomarem cuidado com os conselhos de saúde de sites pouco confiáveis.

Após atrasar desenvolvimento do Deepin, surto de coronavírus prejudica DEF CON China

Eles também alertaram para compartilhar informações erradas sobre o vírus em sites não oficiais, pois podem acabar enganando vítimas e colocando em risco a vida das pessoas.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Intel divulga novos vazamentos de dados

Intel divulga novos vazamentos de dados

Desenvolvedor consegue executar Windows 10 em um Raspberry Pi 4

Desenvolvedor consegue executar Windows 10 em um Raspberry Pi 4