in

Apple construirá seu próprio mecanismo de busca para substituir o Google

Já há evidências iniciais da mudança no iOS 14.

A Apple construirá seu próprio mecanismo de busca para substituir o Google, a ser implementado em seus produtos. Já há evidências iniciais da mudança no iOS 14, onde os próprios resultados de pesquisa da Apple aparecem ao usar a caixa de pesquisa da tela inicial do dispositivo.

Além disso, a contratação de John Giannandrea, ex-chefe de pesquisa do Google, pode ter dado o tiro de partida no projeto, que também poderia ver a Siri melhorada a partir de uma ferramenta de pesquisa dedicada.

Apple construirá seu próprio mecanismo de busca para substituir o Google

A Apple recebe atualmente entre US$ 8 bilhões e US$ 12 bilhões por ano, para o Google ser o mecanismo de busca padrão para produtos Apple. Isso não passou despercebido na batalha antitruste do Google com o Departamento de Justiça dos EUA, que listou o acordo como um exemplo de prática anticompetitiva e excludente. Embora a Apple seja a beneficiária, não a acusada, ela foi criticada por agir como “facilitadora” do Google ao aceitar os termos.

Apple construirá seu próprio mecanismo de busca para substituir o Google
A Apple construirá seu próprio mecanismo de busca para substituir o Google, a ser implementado em seus produtos. Imagem: Apple.

Embora a luta contra o Departamento de Justiça do Google deva durar anos, a Apple está perfeitamente ciente de que, se não seguir o caminho do Google, o Google pode se ver dividido ou restrito.

E isso pode colocar em risco a receita anual de vários bilhões de dólares da Apple. Portanto, faz sentido que a empresa tenha optado por prevenir em vez de remediar.

Por fim, caso queira ficar atualizado com as novidades do mundo da tecnologia, acompanhe as matérias no canal do Sempre Update no Telegram.

Fonte: XDA Developers

Xiaomi zomba da Apple após anúncio do iPhone 12

Apple processa empresa por não destruir 100.000 dispositivos

Apple melhora desempenho da linguagem de programação Swift 5.3

Apple está trabalhando em GPUs de 5 nm

Apple é a empresa mais valiosa do mundo (US$ 2 trilhões)