SempreUPdate
Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Canonical vai reativar o download do Ubuntu 17.10

Após algum tempo com o download suspenso, Ubuntu 17.10 terá seu download novamente disponível!

Os problemas envolvendo várias marcas de computadores executando o Ubuntu 17.10 chamaram a atenção da Canonical e da Comunidade Ubuntu, como também de vários sites ao redor do mundo. A questão é que muitas outras marcas foram chegando, mais logs foram enviados e o problema cresceu tanto que a Canonical suspendeu o download do Ubuntu 17.10.

A correção está sendo planejada, foi muito trabalho. Quem esta nas listas públicas dos desenvolvedores do Ubuntu sabe o que estou falando, muitas trocas de e-mails, muitos problemas inesperados, corrigia um problema e outro aparecia, mas essa tortura para os usuários do Ubuntu 17.10 passou e o download deve voltar em breve.

Foi anunciado pelo equipe de desenvolvimento do Ubuntu 17.10, que os problemas foram corrigidos e que o download do Ubuntu 17.10 vai voltar ao normal em 11 de janeiro de 2018. Segundos os desenvolvedores, o problema foi causado pelo driver Intel, especificamente Intel SPI.

O Intel SPI é um driver relacionado ao som e que assim interage com a BIOS dos equipamentos. Como todos sabem, o Ubuntu usa a base testing dos repositórios Debian,  e este pacote, o Intel SPI é justamente um pacote em fase de testes, e mesmo assim foi disponibilizado pelos desenvolvedores Ubuntu em seus repositórios oficiais.

Dentro do time de desenvolvimento do Ubuntu 17.10, existem várias equipes com focos distintos, e uma delas cuida justamente do Ubuntu Kernel, o Linux Kernel modificado pela Canonical especificamente para os usuários do Ubuntu, e alguém resolveu ativar o driver da Intel ainda testes.

Não foram divulgado mais detalhes sobre quem ativou ou as razões para tal feito, tendo em vista que o Ubuntu Kernel é peça essencial dentro de qualquer distribuição, ou sistema operacional. E a melhor parte vem agora, os desenvolvedores do Ubuntu já lançaram as correções, esta tudo certo e quem instalar o Ubuntu 17.10 em qualquer modelo conflitante ou marca, não deve passar pelo mesmo problema.

E quem foi afetado pelo erro? Bom, ainda segundo informações, no mesmo dia 11 de janeiro, a equipe do Ubuntu 17.10 deve lançar um guia com instruções de como corrigir o problema, ajudando assim os usuários a recuperarem seus computadores.

Sabemos que falhas humanas podem existir, mas é preciso ter muito cuidado quando se tratar de um Kernel, isso vale para qualquer sistema operacional. Atenção, cuidado e testes é essencial para qualquer projeto, em especial quando é possível afetar diretamente a produtividade de várias pessoas.

Esperamos que o erro seja efetivamente corrigido, e que os usuários afetados possam ter seus computadores totalmente recuperados.

Comentários