in

Chrome e Firefox recebem suporte para o novo formato de imagem AVIF

Depois do Netflix, Windows 10, VLC e alguns editores de imagem, o novo formato de imagem AVIF chega aos navegadores da web.

Depois do Netflix, Windows 10, VLC e alguns editores de imagem, os navegadores da web Chrome e Firefox recebem suporte para o novo formato de imagem AVIF. Este formato é leve e sem royalties. O trabalho está quase completo na adição de suporte AVIF tanto ao Google Chrome quanto ao Mozilla Firefox.

O novo formato de imagem é considerado uma das compressões de imagem mais leves e otimizados. O AVIF já recebeu elogios de empresas como a Netflix, que o considera superior aos formatos de imagem existentes, como JPEG, PNG e até mesmo o mais novo WebP.

Conheça o AVIF, o novo formato de imagem sensação do momento que está chegando com suporte ao Chrome e Firefox

Chrome e Firefox recebem suporte para o novo formato de imagem AVIF

 

O acrônimo de AVIF significa AV1 Image File Format. Como o próprio nome sugere, o AVIF é baseado no AV1, um codec de vídeo desenvolvido em 2015, após uma colaboração entre Google, Cisco e Xiph.org (que também trabalhou com a Mozilla). Na época, os três decidiram agrupar seus respectivos codecs de vídeo internos (VPX, Thor e Daala) para criar um novo (AV1) que eles planejavam oferecer como uma alternativa de código aberto e sem royalties a todos os codecs de vídeo comerciais que haviam fragmentado e entupido o mercado de streaming de vídeo no final dos anos 2000 e início de 2010.

Após o seu lançamento, o AV1 não se demorou a se estabelecer como um dos melhores codecs de vídeo do mercado. Ele recebeu avaliações de todas as empresas que o implementaram entre elas, o Facebook. À medida que o AV1 amadurecia, a Alliance for Open Media, a organização por trás do AV1, também decidiu criar um formato de arquivo de imagem que usava algoritmos de compactação AV1 para reduzir o tamanho das imagens na web e em outros lugares.

Aproveitando o sucesso do AV1, não demorou muito. A Netflix lançou o suporte para imagens AVIF no final de 2018, mesmo antes de o novo padrão de imagem ser formalmente aprovado em fevereiro de 2019. Então, a plataforma de streaming de vídeo foi logo seguida por aplicativos de software como o player de vídeo VLC, o editor de imagens Gimp e outros.

Microsoft deu impulso

No entanto, o AVIF teve seu maior impulso quando a Microsoft adicionou suporte para ele na atualização do Windows 10 de maio de 2019. Desde que os usuários tenham o codec de vídeo AV1 adequado instalado na Microsoft Store (download gratuito), as imagens AVIF serão carregadas nativamente nos aplicativos do Windows 10, como o Paint e o File Explorer.

Chrome e Firefox recebem suporte para o novo formato de imagem AVIF

No entanto, é mais provável que o AVIF receba seu maior impulso nos próximos meses, quando ingressará lentamente nos navegadores da web. Uma vez nos navegadores, os operadores de sites poderão ter certeza de que podem fazer a transição para o novo formato. Por outro lado, aumentará ainda mais sua adoção.

Assim como aconteceu com o AV1, o Firefox foi o primeiro navegador a anunciar suporte para o AVIF. A estreia deveria ter ocorrido na versão 76 do browser. Isso porque a Mozilla começou a trabalhar na adição de suporte AVIF ao Firefox em janeiro de 2020.

Infelizmente, esse processo sofreu atrasos em virtude da pandemia. Atualmente, a Mozilla ainda está testando o AVIF no Firefox Nightly. Sendo assim, o suporte oficial à imagem do AVIF deve ser lançado em breve, com o Firefox 80. Isso é esperado para o final de agosto – a menos que seja adiado novamente.

firefox-avif.png
Experiência AVIF no Firefox Nightly

No Chrome, esse recurso está programado para ser lançado este ano, no Chrome 85, também previsto para agosto. De acordo com uma entrada da Gerrit, o Google está pulando a fase de teste, pois acredita que há “baixo risco” em adicionar esse suporte AVIF ao navegador. Assim, habilitará o suporte AVIF por padrão a todos os usuários quando o Chrome 85 estiver ativo.

O recurso também deve fazer parte de outros navegadores baseados no Chromium. Portanto, não será nenhuma surpresa termos o formato AVIF no Edge, Brave, Vivaldi e Opera, por exemplo.