in

Conheça Clear Linux, uma distribuição Linux da Intel

O Clear Linux possui foco na nuvem, em melhorar o desempenho de jogos da Steam e outras coisas mais…

Clear Linux Project tem um novo site de documentação

O Clear Linux é uma distribuição Linux que é focada em nuvem, no entanto a empresa vem jogando alto em sua distribuição Linux, como a gente sabe, a maioria dos usuários não costuma usar processadores Intel para jogar na Steam para Linux, geralmente de usa AMD e as placas nunca são Intel, geralmente são Nvidia e outras menos populares que desempenham um melhor papel ao rodar jogos.

Conceito básico do Clear Linux e pontos a favor

Pensado em Nuvem, Steam e Docker a Intel lançou a sua distro Linux, o Clear Linux e vem ganhando força com o passar dos anos, a distribuição vem recebendo correções a fim de estimular o uso do Clear OS não só em nuvem, mas que atinja outros usuários, especialmente os da Steam.

O projeto diz que o Clear Linux é totalmente otimizado para hardware Intel, que vai do processador à placas de vídeo Intel, tudo o que for da Intel estará altamente otimizado afim de garantir um excelente desempenho. Isso explica inicialmente a criação do site exclusivo para drivers da Intel para Linux, o que é um grande avançado, já que a Nvidia ainda torce o nariz para usuários Linux.

Contras “quem sabe” do Clear Linux

Mas, existem detalhes que ninguém conta, o Clear Linux não permite atualizar parte do sistema quando uma nova versão é atualizada, e outro detalhe, não espere encontrar um gerenciador de pacotes como o DNF, Pacman ou APT, a Intel diz que eles não trabalhando dessa forma.

Muitas distribuições combinam esses binários compilados chamados de pacotes, resolvendo dependências e fornecendo tudo o que é necessário para instalar. Esta é a granularidade em que as distribuições típicas implementam seu software, permitindo que os administradores do sistema instalem e atualizem cada pacote individualmente ou como um conjunto, usando ferramentas como DNF ou APT.

O Clear Linux Linux faz as coisas um pouco diferente, eles utilizam binários instaláveis, não há gerenciamento através de pacotes como nas distribuições que conhecemos. E aí, ao invés de atualização de parte do código, eles lançam a nova versão completa, isso pode demorar muito em usuários com internet lenta, pois terão que baixar todo o software novamente em sua nova versão.

Segundo o site do Clear Linux eles pensaram nisso diante do cenário de um ambiente de nuvem com muitas máquinas o que é ideal ter um conjunto homogêneo de softwares. Porém há um detalhe, quando uma nova versão sai já sabemos que não é possível atualizar somente a parte que mudou, mas, no entanto, se não for uma nova versão, se for apenas um patch ou uma correção, o sistema faz o download deste “pedaço” do código que pode ser uns 15KB pois eles também usam os famosos pacotes Deltas que foi apresentado em 2012 na conferência Linux Plumbers.

Vídeo com o Clear Linux

Veja um vídeo criado pelo Geek Till, adiantamos o vídeo até os 08:41 aonde o sistema aparece, o vídeo esta em inglês, caso não entenda o idioma pode ativar a tradução do vídeo:

 

Agora é com você, conheça mais sobre o projeto acessando o link abaixo, leia mais detalhes ou faça o download!

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

Red Hat lança ambiente de integração unificado para desenvolvimento de aplicações nativas em cloud

Ubuntu 20.04 LTS ainda pode ter suporte WireGuard

WireGuard publica nova versão mas não estará no Linux 5.1