in

Como a Internet das Coisas pode ajudar pessoas com deficiência?

Veja onde ela já está presente!

Como a Internet das Coisas pode ajudar pessoas com deficiência?
Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

Durante anos, o ritmo do avanço rápido da tecnologia muitas vezes deixou para trás pessoas com deficiência. Felizmente, isso parece estar mudando com o surgimento de novas tecnologias. Igualmente, existem novos desenvolvimentos que melhorarão milhões de vidas. Além disso, o advento da Internet das Coisas (IoT, sigla em inglês) está na vanguarda desses avanços que prometem melhorar a acessibilidade para quem mais precisa. Assim, vamos dar uma olhada em algumas das maneiras pelas quais os avanços da Internet das Coisas estão levando a um futuro promissor para pessoas com deficiência.

Lendo seus arredores

Como a Internet das Coisas pode ajudar pessoas com deficiência?
Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

A Microsoft sempre esteve na vanguarda da tecnologia, mas o anúncio da Seeing AI está abrindo um mundo totalmente novo. Para os deficientes visuais, este aplicativo utilizará a câmera em um iPhone para descrever objetos na frente deles. Esta incrível peça de tecnologia da IoT pode anunciar um cruzamento movimentado, identificar valores em moeda corrente, localizar e digitalizar códigos de barras de produtos e reconhecer as emoções das pessoas.

É um salto incrível para os deficientes visuais. Dessa forma, agora eles podem interagir com o mundo de uma maneira que não era possível há alguns anos atrás. Converter o mundo para uma experiência audível é apenas uma das muitas maneiras pelas quais a IoT está melhorando a vida das pessoas com deficiência.

Acesso à informação para pessoas com deficiência

Embora muitas pessoas façam pouco caso de produtos como o Google Home ou o Amazon Alexa, os portadores de deficiências os veem sob uma perspectiva totalmente diferente. Conectando-se à nuvem, esses produtos domésticos inteligentes permitem acesso quase infinito a muitos tipos diferentes de informações. Tudo, desde resultados de pesquisa, resultados esportivos, horários de filmes, reprodução de música, chamadas telefônicas e muito mais. Ainda mais notável é a capacidade desses produtos de se conectar a outros produtos inteligentes em casa. O gerenciamento de termostatos, alto-falantes e até mesmo portas de garagem através de controles era algo desconhecido para pessoas com deficiência.

Atravessando a rua

Embora possa ser uma tarefa simples para milhões, atravessar a rua é muitas vezes perigoso para pessoas com deficiência. Felizmente, a ascensão da tecnologia da IoT está introduzindo novos recursos destinados à implantação global. A Holanda é um desses lugares em que medidas importantes foram tomadas para proteger aqueles que precisam de apoio adicional.

Como a Internet das Coisas pode ajudar pessoas com deficiência?
Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

O sistema “Crosswalk” incorpora sensores nos semáforos e se conecta a um aplicativo instalado em um smartphone. Uma vez ativado, este aplicativo reconhece quando um indivíduo com deficiência está se aproximando de um cruzamento. Dessa maneira, ele ajusta automaticamente o tempo dos sinais de luz para permitir que a pessoa tenha mais tempo para atravessar a rua com segurança.

Adereços inteligentes

Enquanto o Apple Watch obtém toda a glória dos adereços inteligentes, são dispositivos como o “Dot Watch” que estão realmente dando um salto à frente. Projetado para pessoas com desafios visuais e sonoros, este relógio certamente facilitará a vida de milhões. Existem recursos incrivelmente valiosos, como falar a hora e a data, um despertador ou adicionar um temporizador e um cronômetro.

Como a Internet das Coisas pode ajudar pessoas com deficiência?
Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

Quando uma chamada é recebida, o relógio vibra e exibe o nome da pessoa em braille. O mesmo cenário ocorre com as mensagens de texto, que são traduzidas para braille e encaminhadas para o Dot Watch. Os controles intuitivos de toque facilitam a leitura e a rolagem de uma mensagem. A melhor parte do Dot Watch é que ele ensina braille e é inclusivo para todos.

Ambientes inteligentes

Como a Internet das Coisas pode ajudar pessoas com deficiência?
Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

Produtos como o Philips HUE Light Bulb explodiram em popularidade nos últimos anos. Assim, para aqueles com deficiências cognitivas, definir lembretes com luzes brilhantes pode mudar o jogo. As luzes podem ser programadas para brilhar em azul quando a campainha tocar ou em vermelho para um alarme de incêndio. Algo tão simples pode melhorar a vida das pessoas com deficiência da noite para o dia. E ainda é apenas uma das maneiras pelas quais o mundo da IoT está melhorando o futuro.

Internet das Coisas e pessoas com deficiência

Por fim, o caminho continua longo para igualar o campo de jogo para pessoas com deficiência. Porém, a cada salto na tecnologia da Internet das Coisas, essa lacuna diminui pouco a pouco.

Neste artigo, você viu como a Internet das Coisas pode ajudar pessoas com deficiência.

Se gostou, não deixe de compartilhar!

Fonte: IoT Tech Trends

Leia também: Conheça o GNU/Linux Sonar uma distribuição Linux para pessoas com deficiências!

Escrito por Leonardo Santana

Astrônomo amador e eletrotécnico. Apaixonado por TI desde o século passado.

WireGuard é descartado da Google Play

WireGuard é descartado da Google Play

Facebook agora pagará hackers por falhas em serviços de terceiros

Facebook agora pagará hackers por falhas em serviços de terceiros