in

Como a Internet das Coisas pode ser usada para evitar incêndios

Usando a Internet das Coisas para ajudar a proteger sua propriedade.

Como a Internet das Coisas pode ser usada para evitar incêndios
Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

Seja um incêndio acidental ou provocado, é difícil prever o momento exato em que as coisas começarão a queimar e a rapidez com que se espalhará. Dessa forma, lembre-se sempre que uma solução envolvendo a Internet das Coisas pode ajudar a combater muitos incêndios.

De acordo com um relatório de pesquisa de 2019, embora o risco de incêndio seja reduzido pela metade para as famílias dos EUA com detectores de fumaça em funcionamento, esses dispositivos ainda são propensos a uma taxa alarmante de falha de 17%. Somente as baterias totalmente gastas estão causando pelo menos um quarto dos eventos de falha do detector de fumaça.

Há também o problema irritante de alarmes falsos gerados por fumaça de cigarro ou incenso, cozimento ou um aumento não relacionado da umidade relativa.

O problema

O que está faltando a esses dispositivos é a capacidade de substituir com precisão a abordagem humana para detectar e controlar incêndios.

Dessa forma, isso cria um espaço para a Internet das Coisas (IoT, sigla em inglês), que pode fornecer soluções de prevenção de incêndio 24 horas por dia, 7 dias por semana, para permitir respostas mais rápidas e combate eficiente a incêndios. Os detectores de fumaça são uma coisa do passado, porque lidar com incêndios na era da Internet das Coisas exige uma abordagem mais estratégica e integrada.

Abaixo, estão listados os dispositivos IoT atuais de detecção de incêndio disponíveis no mercado.

Como os incêndios começam

Além de incêndios florestais e incêndio criminoso, a maioria dos incidentes de incêndio residencial pode ser atribuída a fiação defeituosa, vazamento de gás, velas, bebidas inflamáveis e chamas de fogão.

Cada incidente de incêndio possui elementos comuns, como reações químicas exotérmicas, liberação rápida de energia e um processo de combustão que pode ser lento ou rápido, dependendo do quão inflamável é o material no ambiente.

Como a Internet das Coisas pode ser usada para evitar incêndios
Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

No entanto, também existem algumas diferenças importantes. Se você tiver líquidos inflamáveis, como gasolina ou gás natural liquefeito (GNL), isso provocará um incêndio autossustentável devido a gases voláteis.

Com um incêndio autossustentável, desde que haja combustível e oxigênio, a taxa de combustão será muito rápida. Assim, essa hora é quando a propagação do incêndio está fora de controle e você deve ligar para o corpo de bombeiros imediatamente.

O outro tipo de fogo tem uma taxa mais lenta de oxidação e pode permanecer sem ser detectado por um longo tempo. É, de longe, mais perigoso. Assim, uma bitoca de cigarro, uma bateria fotovoltaica com vazamento ou bolas de naftaleno podem causar incêndios lentos e fumegantes, que exigem apenas um gatilho para acender e se espalhar continuamente.

Como a Internet das Coisas pode ser usada para evitar incêndios
Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

Como evitar incêndios com sistemas de IoT

Se um incêndio é autossustentável ou fumegante, detectar e eliminar o problema requer os seguintes mecanismos/dispositivos em uma estrutura integrada. A seguir, veja uma estrutura proposta:

  • Um sistema de alerta precoce que prediz a incidência de incêndio, em vez de apenas detectá-lo. Para isso, existem detectores e sensores de fumaça que avaliam áreas avariadas.
  • Alertas sistemáticos em smartphones ou alto-falantes inteligentes.
  • Um detector de alarme falso para eliminar suas deliciosas torradas em chamas da lista.
  • Sistemas de vigilância baseados em câmera para rastrear incidentes ou incêndios criminosos.
  • Baterias de longa duração ou conexões com fio de 110-240 V, juntamente com alertas de bateria fraca.
  • Conectividade via WiFi ou redes sem fio de baixa energia, como LoRaWAN, que podem melhorar o feedback de segurança.
Como a Internet das Coisas pode ser usada para evitar incêndios
Estrutura integrada de IoT para detectar e lidar com incidentes de incêndio. Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

Dessa maneira, outros componentes adicionais dessa estrutura podem incluir sprinklers automáticos, extintores de incêndio e outros dispositivos de controle de incêndio.

Gadgets de IoT para prevenir incêndios

Atualmente, o Google Nest Protect é um dos dispositivos mais populares para detectar incidentes relacionados a incêndios, embora não seja uma estrutura integrada.

Como a Internet das Coisas pode ser usada para evitar incêndios
Google Nest. Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

Além disso, o dispositivo possui um detector de monóxido de carbono para observar as possibilidades de queima sem fumaça, um sensor de espectro para detectar incêndios autossustentáveis e fumegantes e alarmes de smartphone com alertas de detecção de bateria fraca.

A Onelink possui um detector de fumaça e CO que funciona com a Alexa e o Apple HomeKit.

Como a Internet das Coisas pode ser usada para evitar incêndios
Onelink. Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

A Internet das Coisas e os incêndios

Infelizmente, a cada ano, incêndios acidentais e deliberados causam muitos danos à propriedade e levam à perda de vidas humanas. Assim, os dispositivos IoT podem ser usados juntos para eliminar os incidentes de incêndio em sua origem.

Neste artigo, você viu como a Internet das Coisas pode ser usada para evitar incêndios.

Fonte: IoT Tech Trends

Leia também:

Como a Internet das Coisas pode ajudar pessoas com deficiência?

Escrito por Leonardo Santana

Astrônomo amador e eletrotécnico. Apaixonado por TI desde o século passado.

WhatsApp confirma invasão de mais de 1.400 usuários

WhatsApp confirma invasão de mais de 1.400 usuários

ibm-diz-que-ia-vai-mudar-a-forma-como-trabalhamos-e-aumentara-a-demanda-por-criatividade

IBM diz que IA vai causar um grande impacto no mercado de trabalho! Fique atento!