Tutoriais

11/01/2022 às 15:30

8 min leitura

Avatar Autor
Por Emanuel Negromonte

Como remover e verificar Linux Kernels antigos não utilizados no Ubuntu, Linux Mint, Debian e derivados!

Remova e verifique quais os Linux Kernels você tem instalados no Ubuntu, Debian e derivados!

Como remover e verificar Linux Kernels antigos não utilizados no Ubuntu, Linux Mint, Debian e derivados!

Se você atualizar o kernel do Debian/Ubuntu/Linux Mint, em seguida, a imagem do kernel antigo permanecerá instalado no seu disco rígido, apesar que já não é mais necessária. Além disso, se você fizer uma atualização do sistema e um novo kernel estiver disponível então um monte de arquivos do kernel vai tomar muito espaço no seu disco rígido sem necessidade pois não está em uso. Nesta dica, saiba como remover kernels antigos não utilizados no Ubuntu, Linux Mint ou Debian.


Como remover kernels antigos não utilizados no Ubuntu, Debian, Linux Mint e derivados!

É sempre importante frisar que pela boas práticas, é sempre bom ter ao menos 2 versões do Linux Kernel ou Ubuntu Kernel instaladas. O fato é que às vezes após a instalação ou atualização para um novo Linux Kernel, algumas coisas podem não funcionar corretamente.

No entanto, nada de desespero. Tudo é passível de solução. Assim, sempre recomendamos manter ao menos 3 versões do Linux Kernel no sistema. A primeira seria penúltima, a segunda a última e a nova que você acabou de instalar.

Mas, se você nunca verificou nada disso, neste mesmo tutoria vamos fazer checagem de todas as versões do Linux Kernel que você instalou em sua máquina!

Como verificar a versão atual do Linux Kernel instalado e remover versões antigas do Kernel no Ubuntu, Debian e derivados

1. Verificando o Linux Kernel atual e em uso com este comando:

Terminal
uname-r

2. Conferindo a lista de todos os Linux kernels instalados em seu sistema, execute o comando:

Terminal
dpkg –list | grep linux-image

3. Como remover todos os Linux Kernels não utilizados, execute agora o comando:

Terminal
sudo aptitude purge ~linux-image-[0-9](!`uname -r`)

– Se o “aptitude” não está instalado é preciso instalá-lo com o comando. Lembre-se que caso esteja utilizando o Debian, poderá habilitar o sudo no Debian ou deve executar o comando abaixo como root:

Caso queira habilitar o sudo no Debian temos um tutorial. Se você utiliza Ubuntu, Linux Mint ou derivados não precisa fazer nada, o sudo já está ativo por padrão.

Terminal
sudo apt install aptitude

4. Atualize agora seu gerenciador de inicialização Grub2 com este comando:

Terminal
sudo update-grub2

Conclusão sobre remover as versões antigas do Linux Kernel

Todo sistema operacional precisa de manutenção. No caso de sistemas que usam o apt ainda há o comando que remove os pacotes que não estão sendo mais utilizados pelo sistema. Essa manutenção tem como objetivo manter o sistema saudável, e liberar espaço em disco.

O comando para limpar pacotes que não estão sendo mais utilizados é:

Terminal
sudo apt autoremove

Com este comando, o próprio apt vai fazer toda identificação e remoção dos pacotes que a sua distribuição não precisa mais. No entanto, ele não remove o Linux Kernel e só funciona no Ubuntu, Linux Mint, Debian e derivados!

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

Mais lidas

Últimos posts

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
×