in

Conheça o OpenStreetMap: uma alternativa ao Google Maps feita pela comunidade

Seu modelo de código aberto permite que ele seja usado livremente.

Conheça o OpenStreetMap: uma alternativa ao Google Maps feita pela comunidade
Crédito: MasterTux | Pixabay.

O OpenStreetMap (OSM) é uma alternativa ao Google Maps com um mapa do mundo editável e gratuito. Qualquer pessoa pode contribuir, editar e fazer alterações no OpenStreetMap para melhorá-lo.

OpenStreetMap: uma alternativa ao Google Maps

Conheça o OpenStreetMap: uma alternativa ao Google Maps feita pela comunidade
Imagem: Reprodução | It’s FOSS.

Você precisa se inscrever em uma conta para poder editar ou adicionar informações ao OpenStreetMap. Para visualizar o mapa, você não precisa de uma conta.

A licença do projeto permite o uso comercial. Porém, projetos comerciais tendem a ser enormes, e os servidores do projeto são fornecidos através de doações ou voluntários. Ou seja, projetos enormes poderiam causar uma interrupção no serviço, afetando os milhares de usuários do projeto. Para mais detalhes, visite esta página

Neste artigo, examinaremos brevemente como ele funciona e que tipo de projetos usa o OpenStreetMaps como fonte para dados de mapa.

OpenStreetMap: Visão geral

Conheça o OpenStreetMap: uma alternativa ao Google Maps feita pela comunidade
Imagem: Reprodução | It’s FOSS.

O OpenStreetMap é uma boa alternativa ao Google Maps. Você pode não obter o mesmo nível de informação do Google Maps, mas para navegação básica e viagens, o OpenStreetMap é suficiente.

Assim como qualquer outro mapa, você poderá alternar entre várias camadas no mapa, conhecer sua localização e pesquisar facilmente lugares.

Você pode não encontrar todas as informações mais recentes para empresas, lojas e restaurantes nas proximidades. Mas, para navegação básica, é mais que suficiente.

Normalmente, o OpenStreetMap pode ser acessado através de um navegador da web, tanto no desktop quanto no celular, visitando o site do OpenStreetMap. O OSM ainda não tem um aplicativo oficial para Android e iOS.

No entanto, há uma variedade de aplicativos disponíveis que utilizam o OpenStreetMap em sua essência. Portanto, se você deseja utilizar o OpenStreetMap em um smartphone, pode dar uma olhada em algumas das alternativas populares de código aberto ao Google Maps:

MAPS.ME e OsmAnd são dois aplicativos de código aberto para Android e iOS que utilizam dados do OpenStreetMap para fornecer uma rica experiência ao usuário com um monte de informações e recursos úteis.

Usando o OpenStreetMap no Linux

Conheça o OpenStreetMap: uma alternativa ao Google Maps feita pela comunidade
Imagem: Reprodução | It’s FOSS.

A maneira mais fácil de usar o OpenStreetMap no Linux é usá-lo em um navegador da web. Se você usa o ambiente de área de trabalho GNOME, pode instalar o GNOME Maps, construído sobre o OpenStreetMap.

Por fim, o OpenStreetMap pode não ser a melhor fonte de navegação para os usuários finais, mas seu modelo de código aberto permite que ele seja usado livremente. Isso significa que muitos serviços podem ser criados usando o OpenStreetMap. Por exemplo, o ÖPNVKarte usa o OpenStreetMap para exibir instalações de transporte público em todo o mundo em um mapa uniforme, para que você não precise navegar nos sites de operadores individuais.

Fonte: It’s FOSS

¹ Texto alterado: A informação relacionada à API do OSM para fins comerciais estava errada.

Anteriormente, estava escrito o seguinte no lugar deste parágrafo: “Embora seja um mapa de uso livre sob uma licença de dados abertos, você não pode usar a API do mapa para criar outro serviço sobre ele para fins comerciais.

Portanto, você pode fazer o download dos dados do mapa para usá-los e hospedá-los, enquanto menciona os créditos para o OSM. Você pode saber mais sobre a política de uso da API e informações sobre direitos autorais no site oficial.”

Agradecemos a observação do colaborador do projeto, Alexandre Oliveira.

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

Pesquisa conclui que o navegador Microsoft Edge possui telemetria invasora de privacidade

Pesquisa conclui que o navegador Microsoft Edge possui telemetria invasora de privacidade

iptv-como-saber-se-o-provedor-de-servico-e-legal-ou-ilegal

IPTV: como saber se o serviço de IPTV é legal ou ilegal?