in

D-Wave diz que seu sistema quântico de 5.000 qubits está pronto para negócios

O sistema pode executar aplicações com até um milhão de variáveis.

A empresa de computação quântica D-Wave dobrou a escala de seu sistema quântico baseado em nuvem. Além disso, a empresa disse que já está resolvendo problemas do mundo real em minutos que levariam os computadores tradicionais a um dia inteiro de processamento.

Por meio de um serviço chamado Leap, a D-Wave concede aos desenvolvedores acesso a um processador quântico baseado em nuvem que pode ser usado para testar aplicações em tempo real.

D-Wave diz que seu sistema quântico de 5.000 qubits está pronto para negócios

Anteriormente, o processador quântico tinha 2.000 qubits, com cada qubit capaz de se conectar a outros seis qubits. A D-Wave mais que dobrou o desempenho da tecnologia: o processador quântico Advantage possui 5.000 qubits; e cada qubit pode se conectar a 15 outros. Em outras palavras, os programadores terão acesso a um gráfico muito maior para construir seus aplicativos quânticos.

D-Wave diz que seu sistema quântico de 5.000 qubits está pronto para negócios
A D-Wave disse que já está resolvendo problemas do mundo real em minutos que levariam os computadores tradicionais a um dia inteiro de processamento. Imagem: D-Wave.

Além disso, os desenvolvedores podem usar um recurso chamado serviço de solucionador híbrido (HSS), que combina recursos quânticos e clássicos para resolver problemas computacionais. Essa abordagem permite aos usuários enviar problemas de tamanhos e complexidades cada vez maiores.

O Advantage pode executar aplicações com até um milhão de variáveis; um salto em relação à geração anterior, na qual os desenvolvedores só podiam trabalhar com 10.000 variáveis.

Várias empresas já chegaram à D-Wave com um problema de negócios e uma solução habilitada para quantum em mente. De acordo com Alan Baratz, CEO da D-Wave, em muitos casos os clientes já estão gerenciando a implantação em pequena escala de serviços quânticos e agora estão no caminho para a implementação em escala total.

Reduzir a barreira de entrada para a computação quântica é, de acordo com Baratz, um dos objetivos da D-Wave. Um entusiasmo particular pela tecnologia quântica foi encontrado nas indústrias de transporte, seguros, serviços financeiros e químicos.

Fonte: ZDNET

Quando veremos um PC quântico?

IBM desenvolve computador quântico de 1000 Qubit

IBM atinge novo marco da computação quântica