in

Debian 10 “Buster” possui cerca de 150 bugs críticos

O desenvolvimento da nova versão do Debian continua a todo vapor.

debian-10-buster-possui-cerca-de-150-bugs-criticos
Papel de parede do Debian 10

O desenvolvedor Debian Jonathan Wiltshire que faz parte da equipe de lançamento do projeto publicou uma atualização de status de congelamento do Buster no domingo sobre a preparação do Debian 10.

Problemas corrigidos até o lançamento

Até agora, o Debian 10 “Buster” tem cerca de 150 bugs críticos. Esses erros devem ser resolvidos antes que o lançamento da versão Debian 10.0 possa acontecer. Há também os bugs que não são críticos para lançamento e que ainda estão sendo resolvidos. No entanto, à medida que o lançamento oficial se aproxima, esses bugs não bloqueadores serão adiados ou rejeitados para se concentrar nessas 150 questões importantes.

Wiltshire também notou que o Debian Buster suportará o mesmo conjunto de arquiteturas de CPU como o Debian 9 “Stretch”, sem mudanças a serem observadas.

Então, as seguintes alterações são elegíveis para desbloqueio:

Debian "Buster" faz pesquisa para selecionar arte final
Divulgação
  • Correções direcionadas para bugs críticos ao lançamento (graves e altos)
  • Correções direcionadas para gravidade: erros importantes em prioridade: opcional
    pacotes feitos via instável;
  • Correções de tradução e documentação em conjunto com um dos
    acima.

Nos esforçamos para acompanhar todos os pedidos de desbloqueio, mas há muitos
aberto todos os dias e a fila às vezes pode significar que você não recebe uma resposta
rapidamente, diz o anúncio.

Ainda segundo Jonathan, você pode ajudar da seguinte maneira:

  1. normalmente não veremos solicitações marcadas com “moreinfo“. Se você seguir
    a uma solicitação de informações, remova a tag para que possamos analisá-la
    novamente;
  2. inclua o máximo de informações, justificativas e comentários que puder em seu
    pedido original. Nós provavelmente estamos olhando para o seu pacote primeiro
    e entre muitas outras solicitações. Então as informações que você fornecer
    são cruciais para uma triagem adequada;
  3. não inicie a discussão sobre um desbloqueio na lista de lançamento do debian ou
    #debian-release, mesmo que você não tenha certeza se sua correção será
    aceita. Sempre abra um bug e ele poderá ser rastreado corretamente;
  4. inclusão de um diffstat inline com comentários e uso de filterdiff
    para excluir arquivos gerados (por exemplo, autofoo) ou traduções podem ser
    benéfico. Ao usar o filterdiff, lembre-se de incluir o filtro
    critérios/linha de comando, por isso sabemos o que foi omitido.

Os interessados ??em mais detalhes podem ver este post da lista de discussão descrevendo as mudanças.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Linux é a plataforma mais popular e amada entre desenvolvedores

Red Hat Open Innovation Labs chega à América Latina