in

Debian 11 será o último a trabalhar na arquitetura i386 de 32 bits

Equipe de desenvolvedores discute a implantação desta mudança

Debian 10.8 lançado com 45 atualizações de segurança

O Debian ‘Bullseye’ entra na fase final antes do lançamento enquanto a equipe debate se será o último a trabalhar na arquitetura i386 de 32 bits. Com essa fase, nenhuma mudança grande ou novas transições de pacote (fusão, divisão, renomeação ou remoção) podem ocorrer. A arquitetura i386 de 32 bits é parte do lançamento. No entanto, pode não estar no Debian 12, codinome “Bookworm”. Portanto, com o Debian 11 será o fim da arquitetura i386 de 32 bits.

O projeto Debian surge com uma nova versão principal aproximadamente a cada dois anos. A data de lançamento do Bullseye ainda não tem definição. Entretanto, o hard freeze está agendado para meados de março, de acordo com a equipe de lançamento. O Debian é uma das distros Linux mais importantes, pois não é apenas popular por si só, mas também é base para o Ubuntu e muitos outros sistemas.

“Estamos perdendo as festas de caça aos bugs”, disse Paul Gevers, da equipe de lançamento. Ele acrescentou que “existem alguns bugs que são relativamente fáceis de corrigir pelo NMU [upload de não-mantenedor] e normalmente não os vemos tão tarde no ciclo.” Gevers também observou que o suporte para a arquitetura i386 não está mais sendo dispensado. O início do ciclo do Bookworm é um bom momento para lidar com quaisquer problemas. “Estamos interessados na discussão sobre o suporte i386 no Debian que ocorreu recentemente”, disse ele.

Debian 11 será o último a trabalhar na arquitetura i386 de 32 bits

discussão foi iniciada pelo contribuidor Debian Andrew Cater, que questionou o futuro do i386. “Parece haver apenas um mantenedor”, disse ele. “Ninguém tem hardware UEFI real para i386 e está ficando cada vez mais difícil justificar gastar muito tempo testando as imagens, pois cada vez menos máquinas podem se beneficiar delas.”

Embora todos os novos PCs ofereçam suporte à arquitetura de 64 bits, os aplicativos de 32 bits são comuns e também existem casos de uso integrados. Muitos PCs mais antigos também permanecem em serviço. “O hardware i386 é tão numeroso e amplamente difundido que [a] pequena fração dos usuários do i386 pode ser mais do que a metade de nossas arquiteturas de lançamento combinadas”, afirmou um comentário no tópico.

Estudar dados de um pacote de telemetria Debian chamado Concurso de popularidade confirmou isso.

Há uma ordem de magnitude de mais pessoas com kernels i386 (e, portanto, presumivelmente hardware i386) do que para todas as outras arquiteturas de lançamento não-amd64 combinadas. Além disso, há mais pessoas com hardware i386 antigo do que com qualquer outro arco, disse outro desenvolvedor.

Outras distribuições como o Ubuntu já pularam fora

Canonical formula estratégia de suporte de 32 bits para o Ubuntu 20.04 LTS

O Ubuntu já abandonou os lançamentos completos do i386 de 32 bits. Contudo, uma proposta para remover todos os pacotes do i386 de 32 bits foi tão ruim que a Canonical mudou de ideia.

Comentando sobre o tópico, um desenvolvedor do Ubuntu observou que

embora os custos contínuos de manutenção de uma versão completa fossem uma consideração, de igual preocupação era o fato de que acreditávamos que não seríamos capazes de fornecer suporte de segurança para a arquitetura como um todo ao par com outras arquiteturas.

As atenuações para vulnerabilidades de execução especulativa como Spectre demoraram a chegar ao i386, acrescentou.

A chave para o problema não é tanto a falta de desejo de oferecer suporte ao i386. Porém, há o fato de que a infraestrutura para testar e manter no i386 não possui mais garantias.

As pessoas que se preocupam com isso provavelmente devem começar a pensar em mais organização e estrutura em torno do trabalho, recrutar pessoas, construir uma lista de tarefas e assim por diante, em vez de apenas presumir ‘Ah, tudo vai funcionar no i386, sempre funcionou’, disse um desenvolvedor.

Apesar do suporte contínuo para i386 na versão “Buster”, ela terá menos suporte que compilações de 64 bits. Portanto, o Debian 11 deve mesmo ser a versão final do Debian que inicializará em i386. Mesmo assim, algum suporte de 32 bits deve permanecer por motivos de compatibilidade.

The Register

Como Baixar YouTube em MP4 Usando Snappea: Online Vídeo Converter e Downloader

Driver exFAT do Linux em breve será capaz de excluir arquivos grandes muito mais rápido

Driver exFAT do Linux em breve será capaz de excluir arquivos grandes muito mais rápido