in

ElementaryOS vai pagar desenvolvedores de aplicativos Linux

Uma grande campanha de financiamento foi lançada.

ElementaryOS vai pagar desenvolvedores de aplicativos Linux

Essa deu na Forbes. O sistema operacional elementaryOS está com um plano arrojado para o AppCenter e para que os desenvolvedores de código aberto do Linux sejam pagos. É isso mesmo: a distro ElementaryOS vai pagar desenvolvedores de aplicativos Linux.

Que os desenvolvedores de software de código aberto do Linux merecem ser pagos pelo seu trabalho, não há dúvidas. Existe muita gente que acredita ser este o caminho para que o sistema cresça de vez, já que deve atrair muita gente.

ElementaryOS vai pagar desenvolvedores de aplicativos Linux

A ideia é criar mecanismos para cobrar pelos aplicativos que estão desenvolvendo – mesmo que seja apenas um modelo de “pague o que quiser”. Quando os desenvolvedores são pagos, eles podem dedicar mais energia, recursos e tempo ao trabalho, além de dar um produto melhor. Essa é uma filosofia que o sistema operacional elementary adotou quando a empresa lançou seu AppCenter. Agora o sistema operacional deseja levar o AppCenter a todos.

A equipe por trás da distribuição Linux acaba de lançar uma campanha de crowdfunding no IndieGoGo – a mesma plataforma com a qual conseguiu arrecadar dinheiro para lançar o AppCenter. A meta de US $ 10.000 permitirá que uma equipe de designers e desenvolvedores se reúna em Denver, Colorado, para começar a levar seu plano do conceito à realidade.

Esse conceito compreende 4 objetivos principais:

  1. Permitir que desenvolvedores de código aberto gerem receita com seus aplicativos em todas as outras distribuições Linux;
  2. Capacitar os desenvolvedores a enviar aplicativos com tecnologias de ponta;
  3. Melhorar a privacidade, a segurança e a estabilidade;
  4. Simplifique o processo de pagamentos.

No lado técnico, a equipe planeja reconstruir o back-end do AppCenter do zero para permitir que os desenvolvedores de novas tecnologias estejam se unindo ao formato Flatpak. Eles já estão colaborando com a equipe do FlatHub e planejam trazer desenvolvedores da Endless e GNOME para garantir que “nossa solução possa ser reutilizada e aprimorada por outras lojas Flatpak e pelo maior ecossistema de desktops de código aberto”.

Principal vantagem

A vantagem disso, argumenta a equipe, é dupla. Ele permite que o diálogo de processamento de pagamentos seja separado do próprio aplicativo para conveniência e busca de maior privacidade. Além disso, os aplicativos do AppCenter publicados como Flatpak não precisarão mais de uma senha de usuário para instalar ou receber atualizações, pois estão na “área restrita” e impedidos de acessar as informações pessoais de um usuário por padrão.

O melhor dessa iniciativa é permitir que desenvolvedores do elementary atinjam um público muito mais amplo. Isso é possível agora, mas não sem perder a capacidade de ser pago pelo trabalho.

Infelizmente, quando eles publicam em outras lojas de aplicativos, eles perdem o acesso ao nosso modelo de financiamento com o pagamento que você deseja e podem ficar de fora com o foco de nossos concorrentes em atender a aplicativos de grandes marcas, disse Daniel Foré, Fundador do SO.

A campanha “AppCenter For Everyone” está em disponível no IndieGoGo agora, e algumas camadas de apoio incluem ganhos bastante significativos.

Para uma análise mais profunda do que impulsiona o desenvolvimento do sistema operacional elementar, ouça minha entrevista com o CEO e fundador Daniel Foré ao jornalista Jason Evangelho:

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

No Reino Unido, 90% das violações de segurança ocorrem por causa de seres humanos

No Reino Unido, 90% das violações de segurança ocorrem por causa de seres humanos

cinco-dicas-para-profissionalizar-o-seu-negocio-em-2020

Cinco dicas para profissionalizar o seu negócio em 2020