Depois de 5 anos e muita conversa, especulações, a Epic Games finalmente lançou a sua própria loja de games. E assim, começou mais rumores em torno da concorrência com a plataforma Steam. Atualmente, a Epic Games Store esta limitada a tão somente Windows e MacOS, mas a empresa em seu anúncio já declarou que vai embarcar no mundo Android com seus jogos a partir do ano que vem.

E o Linux? Como fica? O querido pinguim vai esperar assim como o Android. A Epic Games não deu muita informação concreta, mas citou o termo “outras plataformas abertas” e assim entendemos que o Linux deve estar dentro do pacote rotulado.

A concorrência vai ser grande, e não pense que é pelo número de jogos online. Neste cenário há também aquelas empresas que ofertam bônus de cassinos online, mas essa última modalidade, por hora, ainda não deve aparecer nas lojas de games tradicionais, mesmo com o número crescente de usuários. Então, essa concorrência dar-se, na verdade pela remuneração. Os desenvolvedores que trabalharem para a Epic Games Store terão um desconto de apenas 12% em seu jogo, sobrando assim 88% para os desenvolvedores, e comparado ao que a Valve cobra, os devs vão lucrar mais por aqui. Além disso, a Epic vai cobrir a taxa de 5% que corresponde aos royalty.

A Epic também quer um espaço para interação entre desenvolvedores de jogadores, e com isso trocar informações e aprimorar os jogos da Epic Games Store. E outro ponto importante, os criadores de conteúdo, sejam eles do YouTube ou Twitter, e até blogueiros estarão dentro deste pacote. A ideia é que os jogadores tenham acesso aos criadores de conteúdo e assistam seus vídeos, além disso, os criados de conteúdo que ofertarem os jogos poderão receber uma bela comissão por cada compra, e essa parceria pode durar até 2 anos.

Os desenvolvedores vão poder controlar suas páginas de apresentação de cada jogo, então, você não verá anúncios do jogo X no jogo Z, como também, nenhum anúncio pago nos resultados de pesquisa. E por fim, a Epic Games Store quer que os jogos sejam criados com todos os motores possíveis, sejam eles Unreal, Unity e outros. E a ideia deles, é que os 12% de lucro em cima dos jogos sejam reinvestidos nos próximos anos.

Agora é só esperar, é uma iniciativa muito boa para ambos os lados, e esperamos que a loja da Epic nos dê uma boa notícia logo em 2019, teremos o maior prazer em anunciar o primeiro jogo lançado na plataforma para Linux. Se você precisa de mais informações sobre este anúncio, confira um post no blog oficial da Epic.

Anúncio da Epic Games

Emanuel Negromonte
Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

Discord entra na guerra contra o Steam e oferecerá 90% da receita para desenvolvedores

Previous article

Vai usar o Windows virtualizado? Saiba que você precisa de uma licença!

Next article

You may also like

More in Notícias