Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais

youtube-duplica-a-acessibilidade-com-novos-recursos

Vídeos

Notícias

25/09/2021 às 10:00

5 min leitura

Avatar Autor
Por Jardeson Márcio

Escassez global de chips atinge o ápice

O tempo de espera está muito alto e chega a 21 semanas

escassez-de-chips-atinge-em-cheio-a-producao-de-smartphones-em-2021
2.5/5 - (2 votes)

A pandemia da Covid-19 trouxe muitas coisas negativas, entre elas, uma escassez global de chips que assombra as empresas de tecnologia há meses e, agora parece ter atingido atinge o ponto mais alto.

Há uma grande escassez de chips em todo o mundo, o que afeta não apenas a indústria de smartphones, mas também outros setores. A indústria automotiva é provavelmente a que mais sofre, com analistas prevendo uma perda de bilhões de dólares em vendas em todo o setor.

A escassez vem se alastrando há meses e, isso pode não terminar tão cedo. De acordo com um relatório do Susquehanna Financial Group, a escassez global de chips piorou desde julho.

O tempo que as empresas de chips levam para atender aos pedidos chegou a 21 semanas em agosto, indicando que a escassez que prejudicou a produção de automóveis e travou o crescimento da indústria de eletrônicos está piorando.

Aumento do tempo para entrega de chips: Escassez Global atinge o ponto mais alto até agora

Os prazos de entrega do chip, a lacuna entre o pedido de um semicondutor e a entrega, aumentaram 6 dias para cerca de 21 semanas em agosto em relação ao mês anterior, de acordo com a pesquisa do Susquehanna Financial Group. Essa lacuna já era o maior tempo de espera desde que a empresa começou a rastrear os dados em 2017.

O tempo de espera para os chips analógicos e Broadcom também piorou, enquanto os chips de gerenciamento de energia e outros hardwares optoeletrônicos estão chegando mais cedo. A escassez de chips está aparentemente tendo um grande impacto na recuperação da pandemia.

Além de atrasar o desenvolvimento de eletrônicos, a escassez pode ter um impacto ainda mais acentuado nesse período de recuperação, onde a Covid-19 ainda afeta a economia mundial de forma bem significativa.

escassez-global-de-chips-atinge-o-apice

A escassez de semicondutores dificulta muito a recuperação da pandemia Covid-19, especialmente para as montadoras. AlixPartners, uma empresa de consultoria global, estimou que a indústria automotiva global perderá cerca de US $ 110 bilhões (aprox. R$ 586,8 bi) em vendas.

Serão bilhões de dólares perdidos em muitos setores que dependem da entrega de chips para o desenvolvimento de seus produtos. Menos produtos no mercado, menos dinheiro entrando nos cofres das empresas que dependem dos chips.

Esse aumento de quase uma semana no período de espera para a entrega de chips pode até parecer pouco, mas dado a todo o período de espera, ele torna isso muito ruim. Esperamos que esse quadro mude em breve.

Via: Bloomberg / GSMArena

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

2.5/5 - (2 votes)

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.