in

Facebook pode vender WhatsApp e Instagram

Facebook é processado e pode vender WhatsApp e Instagram

facebook-pode-vender-whatsapp-e-instagram
Imagem: PortalCBNCampinas

O Facebook está sendo processado por 48 estados norte-americanos e pode vender WhatsApp e Instagram. Isso mesmo que você leu! Quarenta e oito estados norte-americanos abriram um processo contra o Facebook sob alegação de práticas anticompetitivas.

Além deste, aberto pelos estados norte-americanos, outro processo contra o Facebook, este aberto pela FTC (Comissão Federal de Comércio), acusa a rede social por monopólio. Nos dois casos o Facebook é processado basicamente por aquisições realizadas dos últimos anos.

Os processos

Os processos apontam a compra do WhatsApp, realizada em 2014 por US$ 19 bilhões, e o Instagram, pertencente ao Facebook desde 2012, adquirido por US$ 1 bilhão. As acusações de monopólio podem obrigá-lo a vender essas duas empresas.

No processo movido pela FTC, a Comissão alega, inclusive, que as compras do WhatsApp e Instagram aconteceram como uma forma de repressão às ameaças  competitivas significativas à posição dominante da rede social Facebook, ou seja, eliminando concorrência.

As ações judiciais se concentram principalmente nesse histórico do Facebook de adquirir ou tentar adquirir empresas menores. Além das aquisições do WhatsApp e Instagram, a ação judicial da FTC aponta para as tentativas anteriores do Facebook de comprar outras empresas de redes sociais como Twitter e Snap.

Enquanto os Estados e a FTC cooperaram durante a investigação, a coalizão de estados liderada pela procuradora-geral de Nova York Letitia James optou por entrar com um processo separado. A queixa dos Estados alega que o Facebook detém o poder monopólio no mercado de redes sociais pessoais dos EUA, semelhante ao processo da FTC.

Reação do Facebook e consequências dos processos

facebook-pode-vender-whatsapp-e-instagram
Imagem: Siaranews

O Facebook reagiu contra os processos, que têm como alvo aquisições que o governo aprovou há vários anos, quando os Facebook comprou as empresas. No período de aquisição do WhatsApp e Instagram, a FTC, inclusive, aprovou as aquisições, o que gerou crítica de legisladores. Em suma, eles alegavam que a Comissão não teria examinado de maneira adequada a movimentação do Facebook.

Jennifer Newstead, conselheira-chefe do Facebook, chegou a dizer que “O governo agora quer uma nova volta, enviando um aviso arrepiante para os negócios americanos de que nenhuma venda é final.”

Entretanto, com os processos revelados, as ações da empresa caíram quase 2% no fechamento do mercado de quarta-feira. E as consequências podem ser mais evidentes, principalmente se a empresa for obrigada a se desfazer do WhatsApp e do Instagram. Certamente não eram esses os planos da empresa!

Com informações de: CNBC

O que você achou disso:?

Escrito por Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Atualmente é professor substituto na mesma Instituição e assessora a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Meio Ambiente de sua cidade.
Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

Google Meet se prepara para adicionar suporte a Live Captions para português

Zoom e Google Meet agora funcionam melhor no Raspberry Pi OS

OBS Studio 26.1 chega com suporte para câmera virtual e versão para OpenBSD

OBS Studio ganha patrocínio master do YouTube