in

Fedora desativa o uso de APIs privadas do Google Sync do Chromium

A versão 88.0.4324.96-1 do Fedora Chromium será a primeira a ter a sincronização desabilitada.

Fedora desativa o uso de APIs privadas do Google Sync do Chromium

Antes do Google encerrar o uso do serviço Google Chrome Sync no navegador Chromium, o Fedora desativou o uso das APIs. O serviço de sincronização permite que os usuários mantenham dados como histórico do navegador, detalhes de login e favoritos sincronizados entre diferentes dispositivos.

No início deste mês, o Google disse que concluiu uma auditoria e estava restringindo a versão de código aberto do Chrome de acessar as APIs “que são destinadas apenas para uso do Google”.

Fedora desativa o uso de APIs privadas do Google Sync do Chromium

Notificando os usuários do Fedora no fim de semana, o mantenedor do Chromium para a distribuição, Tom Callaway, disse:

Não há nenhuma boa razão para o Google fazer isso, a não ser forçar as pessoas a usar o Chrome.

Se quiser a experiência completa do Google, você pode executar o Chrome proprietário. Se quiser usar um navegador FOSS que não esteja bloqueado, existe um pacote do Firefox no Fedora.

Fedora desativa o uso de APIs privadas do Google Sync do Chromium
Antes do Google encerrar o uso do serviço Google Chrome Sync no navegador Chromium, o Fedora desativou o uso das APIs.

Callaway acrescentou:

É digno de nota que o Google deu aos criadores de pacotes de distribuição Chromium esses direitos de acesso em 2013 por meio de chaves de API, especificamente para que pudéssemos ter compilações de código aberto do Chromium com (quase) paridade de recursos com o Chrome.

Eles não estão fechando uma brecha de segurança, eles apenas exigem que todos usem o Chrome.

Para tanto, porém, ao fechar o serviço, o Fedora é capaz de consertar 26 vulnerabilidades de segurança. A versão 88.0.4324.96-1 do Fedora Chromium será a primeira a ter a sincronização desabilitada, e caiu como uma atualização nos repositórios no fim de semana.

O Google disse que bloquearia o acesso ao serviço Sync em 15 de março. Alguns navegadores baseados no Chromium oferecem uma solução de sincronização que não é do Google.

ZDNET

android-12-gesto-de-toque-duplo-de-volta-nos-pixels

Android 12: Gesto de toque duplo de volta nos Pixels

Lançado Lightworks 2021.1 para Linux, Mac e Windows

Lançado Lightworks 2021.1 para Linux, Mac e Windows