in

Fim do disquete no Linux? Linus Torvalds marcou drivers de discos flexíveis como ‘órfão’

Embora pouquíssimo usado, o arquivo responsável pelos disquetes ainda existe.

Fim do disquete no Linux? Linus Torvalds marcou drivers de discos flexíveis como 'órfão'

Quase ninguém usa. Há mais de uma década, nem sabemos o que é um. É possível que os mais jovens jamais tenham visto algum por aí. E os atuais hardwares não o incluem. Porém, eles existem. Estamos falando dos disquetes. Só que agora, ele poderá ser descartado definitivamente dos sistemas GNU/Linux. Isto porque, em um recente commit no Linux Kernel, Linus Torvalds marcou os drivers dos discos flexíveis como órfão. Isso poderia ser o começo do fim do disquete no Linux?

As chances são de que você não tenha visto um disquete real em anos. E se você estiver procurando por um computador com drive de disquete, você pode ter que visitar um museu.

Mais de duas décadas atrás, os disquetes eram o meio popular para armazenar dados e executar sistemas operacionais nele. As primeiras distros Linux foram ‘distribuídas’ usando disquetes. Os disquetes também foram usados para salvar e transferir dados.

Alguma vez você já se perguntou por que os ícones de salvar em muitos aplicativos parecem um disquete? Porque é disquete. Eles eram populares para salvar dados. Portanto, muitos aplicativos os utilizavam como ícones de salvamento e a tradição continua até a data.

Drivers de disquete marcados por Linus Torvalds como ‘órfão’ no kernel do Linux. Será o fim do disquete no Linux?

Como você pode ler no commit do espelho do GitHub, o desenvolvedor do Jiri não tem mais um computador com drive de disquete. Sem o hardware correto, continuar o desenvolvimento não será possível para Jiri. E é por isso que Torvalds marcou órfão.

O hardware de disquete físico está ficando difícil de encontrar e, embora Willy tenha sido capaz de testar isso, acho que o driver pode ser considerado praticamente morto do ponto de vista do hardware. O hardware que ainda é vendido parece ser principalmente baseado em USB, que não usa esse driver legado.

Fim do disquete no Linux? Linus Torvalds marcou drivers de discos flexíveis como 'órfão'

O que significa “órfão” no kernel do Linux?

Um módulo órfão provavelmente se tornará obsoleto e removido eventualmente se ninguém mais avançar para continuar mantendo e desenvolvendo-o.

Não está sendo removido imediatamente

Torvalds observa que as unidades de disquete ainda são usadas por vários emuladores de ambiente virtual. Então os drivers de disquete não serão descartados imediatamente.

O controlador de disquete antigo ainda é emulado em vários ambientes de VM. Portanto, o driver não está desaparecendo. Porém, vamos ver se alguém está interessado em acelerar para mantê-lo.

Por que não manter o suporte para a unidade de disquete no kernel para sempre? É porque isso representa uma ameaça à segurança. Mesmo que não exista um computador real usando drivers de disquete, as VMs ainda o possuem e isso deixará as VMs vulneráveis.

Fim do disquete no Linux? Linus Torvalds marcou drivers de discos flexíveis como ‘órfão’

Será este o fim de uma era ou alguém mais virá e assumirá a responsabilidade de manter o suporte a disquete vivo no Linux? Só o tempo irá dizer.

E você, já usou um disquete? Se sim, quando foi a última vez que você usou?

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

50 anos da Apollo 11: de um pequeno passo até a computação interplanetária – Parte 1

50 anos da Apollo 11 e a computação – Parte 1

KDE Plasma 5.16 Desktop chega ao fim da vida útil

Lançado o KDE Plasma 5.16.4