in

Firefox 84 promete finalmente ativar o WebRender por padrão no Linux

Recurso não estava habilitado para Linux.

Enquanto alguns de vocês ainda estão descobrindo os novos recursos e melhorias no Firefox 83, a Mozilla já está trabalhando na próxima grande versão do popular navegador de código aberto, Firefox 84, que promete finalmente habilitar o recurso WebRender por padrão no Linux.

Escrito em Rust, o recurso WebRender do Firefox torna todo o navegador mais rápido ao navegar na Internet. Embora o WebRender seja conhecido por ser extremamente rápido, ele também torna o Firefox mais estável e suave.

Até agora, o Firefox vinha com o WebRender desabilitado por padrão para usuários do Linux, mas isso está prestes a mudar com a próxima versão, o Firefox 84. Para habilitar o WebRender no Linux, você tinha que acessar a página de configuração about:config, procurar a configuração  gfx.webrender.all e defini-la como verdadeiro.

Firefox 84 promete finalmente ativar o WebRender por padrão no Linux/X11

Firefox 84 promete finalmente ativar o WebRender por padrão no Linux

O WebRender não estava habilitado no Linux até agora porque pode causar instabilidade ou outros problemas para alguns usuários. Isso se observa especialmente no Wayland, onde as coisas ainda são experimentais nos dias de hoje.

Com o próximo lançamento do Firefox 84, o WebRender aparentemente virá por padrão em sistemas Linux rodando em X11, não Wayland. Também parece que o Mozilla habilitará o WebRender no Firefox 84 para plataformas Linux que executam o ambiente de desktop GNOME. Isso é um pouco estranho, porém, deve funcionar bem em outros desktops que usam as tecnologias GTK, como MATE ou Xfce se for um GTK/Qt.

Além disso, o Firefox 84 será o lançamento final para suportar o polêmico plugin Flash Player da Adobe, que deve chegar ao fim de sua vida útil no final de 2020. Futuros lançamentos do navegador Firefox, a partir da versão 85, não serão fornecidos com Suporte a Adobe Flash, melhorando desempenho e segurança.

Por outro lado, o Firefox 84 carregará todas as certificações intermediárias confiáveis da Mozilla em novos perfis em um único dia, em Configurações remotas. Assim, deve evitar erros de segurança em sites mal configurados.

O Firefox 84 agora está disponível para teste beta público , mas a primeira versão beta não vem com WebRender habilitado por padrão no Linux/X11/GNOME. Muito provavelmente, o recurso será habilitado em versões posteriores ou na versão final, que é esperada para meados de dezembro.

9to5Linux