Categorias

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

16/09/2020 às 14:00

4 min leitura

Avatar Autor
Por Leonardo Santana

Google Chrome se separa do Chrome OS

Google Chrome deixará de funcionar em processadores antigos

Kent Duke, um fã do Chrome OS, descobriu que o Google está separando o navegador Chrome e o sistema operacional Chrome OS em duas entradas separadas.

Hoje, quando você compra um Chromebook, ele vem com uma data de fim de vida útil (sua data de expiração de atualização automática). Este é um período generoso de seis anos e meio após o lançamento de qualquer Chromebook específico.

Chrome se separa do Chrome OS

Seis anos e meio é muito, mas os Chromebooks, graças à sua construção de estado sólido antigo, podem durar muito mais. Duke apontou:

Atualmente, o Chrome está profundamente entrelaçado com o Chrome OS, o que significa que o Google precisa compilar e enviar um pacote monolítico para os canais de atualização. Embora isso não seja um problema em si, o principal problema reside quando um Chromebook atinge o fim da vida útil.

Assim como em um telefone Android, quando seu Chromebook atinge o fim da vida útil, você perde as novas atualizações do Chrome OS. Perder uma atualização do Chrome OS também significa que o próprio Chrome não será atualizado, o que deixa o navegador desatualizado, vulnerável e incapaz de tirar proveito das plataformas atualizadas na web.

Google Chrome se separa do Chrome OS

Hoje, quando você compra um Chromebook, ele vem com uma data de fim de vida útil (sua data de expiração de atualização automática).

Duke continuou:

Uma vez que este binário do Chrome é distribuído separadamente do Chrome OS, o Google pode facilmente atualizar o binário do Chrome independentemente do sistema operacional.

Isso significa que mesmo se seu Chromebook atingir o fim da vida útil, seu navegador terá pelo menos os melhores e mais recentes recursos e correções de segurança do Google.

Sim, o Linux do Chrome OS ainda pode ter problemas de segurança. Mas, apesar do hype de segurança, nunca houve nenhum problema sério de segurança de desktop Linux. Isso é especialmente verdadeiro para Chromebooks, onde sua base Linux subjacente tem uma pequena superfície de ataque. O mesmo não pode ser dito do navegador, que está sob constante ataque.

Fonte: ZDNET

https://sempreupdate.com.br/google-chrome-comeca-a-bloquear-anuncios-que-tornam-o-navegador-mais-lento/

https://sempreupdate.com.br/os-5-melhores-bloqueadores-de-anuncios-para-o-chrome/

https://sempreupdate.com.br/suporte-dns-over-https-foi-adicionado-ao-chrome-no-android/

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.