in

Google oferece novas ferramentas para desenvolvedores do Android ganharem dinheiro

A medida visa a contornar a falta de retorno financeiro com usuários que preferem aplicativos grátis.

Google oferece novas ferramentas para desenvolvedores do Android ganharem dinheiro
Publicidade nos aplicativos.

O Google está introduzindo uma nova maneira de os desenvolvedores do Android gerarem receita a partir de seus aplicativos móveis. E não, não é relacionado à assinatura. Em vez disso, a empresa está lançando uma nova opção de geração de receita para aplicativos chamada “Produtos premiados”. Assim, usuários de aplicativos que não pagam vão contribuir para o fluxo de receita de um aplicativo. Porém, como tudo nesta vida on-line e fora dela, há um preço. Esses usuários terão de sacrificar seu tempo, mas não seu dinheiro.

Publicidade para baixar apps

O primeiro produto será o vídeo premiado, em que os usuários poderão optar por assistir a um anúncio em vídeo em troca de moeda no jogo, bens virtuais ou outros benefícios.

O recurso pode deixar os desenvolvedores felizes. Porém, ainda é preciso ver como os usuários reagem. A recepção dependerá de como os vídeos são introduzidos no aplicativo.

A imagem que abre esta matéria é um exemplo divulgado pelo próprio Google de como deve ser implementada a novidade. No entanto, é possível notar que a publicidade atrapalha a jogabilidade  já que deverá correr em tela cheia. Então, seria este um cenário que os usuários responderiam bem à mudança? Do mesmo modo, pode ser interessante caso esta seja a única maneira de ter um jogo popular gratuitamente.

O vídeo premiado funcionou para alguns aplicativos em que os usuários esperam um produto gratuito. Isso pode incluir jogos free-to-play ou outros serviços em que a assinatura é uma opção, não um requisito.

Caso Pandora

Por exemplo, o serviço de streaming de música do Pandora era gratuito e suportado por anúncios durante anos, já que era apenas de rádio. Depois que introduziu camadas que ofereciam streaming sob demanda para competir com o Spotify, lançou um produto de vídeo premiado – por assim dizer – de sua autoria. Hoje, os ouvintes do Pandora podem optar por assistir a um anúncio em vídeo para acessar músicas sob demanda para uma sessão como uma alternativa ao pagamento de uma assinatura mensal.

Os desenvolvedores de aplicativos, é claro, já estão usando anúncios para complementar ou como meio de monetização, mas esse lançamento cria um “produto” oficial do Google Play. Isso torna a implementação mais fácil para os desenvolvedores. Além disso, dá ao Google uma maneira de competir com terceiros.

Implementação no Google Play Console

Os produtos premiados podem ser adicionados a qualquer aplicativo usando a biblioteca de faturamento do Google Play ou a interface AIDL com apenas algumas chamadas de API adicionais, diz a empresa. Não vai exigir um SDK.

Google oferece novas ferramentas para desenvolvedores do Android ganharem dinheiro

O lançamento acontece em um momento em que a Apple vem obtendo sucesso com assinaturas, que foi totalmente adotada, empurrada e, às vezes, até mesmo deixada descontrolada. As assinaturas são agora um dos maiores fatores, fora dos jogos, no crescimento da receita de lojas de aplicativos.

Porém, os usuários do Android, historicamente, têm sido mais avessos a pagar por aplicativos do que os do iOS. A loja da Apple chegou a ter quase o dobro da receita do Google Play em termos de faturamento, apesar de ter muito menos downloads. Portanto, dificilmente os desenvolvedores do Android terão o mesmo retorno que no iOS. E isso significa que os desenvolvedores de plataformas cruzadas podem priorizar ainda mais a construção para iOS, como resultado.

Os produtos premiados oferecem a esses desenvolvedores um caminho alternativo para monetização em uma plataforma em que isso costuma ser mais difícil, fora dos anúncios em exibição.

O Google diz que o produto de vídeo premiado está sendo lançado em versão beta. A função está disponível no Play Console para desenvolvedores.

Escrito por Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

vmware-e-acusada-de-usar-ilegalmente-o-codigo-linux

VMware é acusada de usar ilegalmente o código Linux Kernel

a-batalha-entre-o-open-source-falso-e-o-verdadeiro-continua

A batalha entre o open source falso e o verdadeiro continua!