IBM adquire a Red Hat por US$ 34 bilhões

Uma notícia bombástica foi anunciada neste domingo (28/10) nos Estados Unidos pelo site CNBC. A IBM adquire a Red Hat por US$ 34 bilhões. O anúncio foi feito pelas empresas neste domingo. De acordo com um comunicado conjunto, a IBM pagará em dinheiro para comprar todas as ações da Red Hat por US $ 190 cada.

A produtora de softwares de código aberto se tornará uma unidade da divisão Hybrid Cloud da IBM, com Jim Whitehurst, CEO da Red Hat, se juntando à equipe de gerenciamento sênior da IBM e se reportando à CEO Ginni Rometty.

O JP Morgan assessorou a IBM e está liderando o financiamento para o acordo com a Red Hat.

Maior negócio já feito pela IBM

IBM adquire a Red Hat por US$ 34 bilhões

A aquisição é, de longe, o maior negócio da IBM e o terceiro maior da história da tecnologia dos EUA. Excluindo a fusão da AOL-Time Warner, os únicos acordos maiores foram a fusão de US $ 67 bilhões entre a Dell e a EMC em 2016 e a aquisição da SDL por US$ 41 bilhões pela JDS Uniphase em 2000. Naquela época,  havia a bolha das empresas pontocom.

O código aberto tem sido o maior tema em tecnologia este ano. Antes da aquisição da Red Hat pela IBM, dois dos maiores acordos de tecnologia do ano foram a compra do GitHub pela Microsoft por US $ 7,5 bilhões,  e a aquisição da MuleSoft por US $ 6,5 bilhões pela Salesforce, cuja tecnologia une aplicativos, dados e dispositivos distintos. No início deste mês, os grandes rivais Cloudera e Hortonworks concordaram em se unir em um negócio de US $ 5,2 bilhões.

No encalço da Amazon e Microsoft

BM Chairman, President and CEO Ginni Rometty

Além disso, a IBM informou receita menor que o esperado em sua atualização de ganhos. A empresa tem trabalhado para alcançar a Amazon e a Microsoft no negócio de infraestrutura de nuvem.

A nuvem é um dos quatro principais imperativos estratégicos da IBM ou drivers de crescimento. Os outros são sociais, móveis e analíticos. No trimestre, a IBM anunciou negócios na nuvem com a Economical Insurance , ExxonMobil e Novis.

Além disso, IBM e Red Hat disseram que o acordo permitirá o desenvolvimento de outros trabalhos na nuvem. Assim, elas prometem manter aplicativos e dados portáteis seguros, não importando quais tecnologias de nuvem ou híbridas adotassem.

Leia o anúncio oficial.

Claylson
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Google pode lançar serviço de assinaturas para Play Store

Previous article

Pencilsheep: um excelente editor de fotos gratuito

Next article

You may also like

More in Notícias