in

IDAD 2019 defende o direito de ler

Dia Internacional Contra o DRM é bancado pela Free Software Foundation.

IDAD 2019 defende o direito de ler

Um protesto bancado pela Free Software Foundation está marcado para amanhã, dia 12. Não se trata exatamente de algo religioso ou uma alusão ao Dia das Crianças. Porém, tem a ver com liberdades, principalmente o direito à leitura. É o chamado Dia Internacional Contra o DRM (IDAD) que acontece todos os anos. O objetivo é alertar outras pessoas a aprender sobre os perigos do Gerenciamento de Restrições Digitais (DRM). Em suma, o IDAD 2019 defende o direito de ler e ao excesso de restrições por direitos autorais.

Neste ano, o IDAD alerta para a quantidade crescente e perturbadora de DRM presente em e-books e outros materiais educacionais on-line.O movimento quer impedir que a chamada DRM não se espalhe para a sala de aula.

IDAD 2019 defende o direito de ler com grandes apoios

IDAD 2019 defende o direito de ler

Do mesmo modo, fazem parte do movimento na luta pelo IDAD 2019 grandes nomes como a Electronic Frontier FoundationCreative Commons e The Document Foundation, entre as dez outras organizações participantes.

A luta, como foi citado antes, é garantir que os estudantes (e qualquer pessoa) tenham assegurado o direito à educação. Na verdade, é um protesto para que qualquer pessoa comprometida com a educação deve fazer. São crescentes os casos de restrição ao acesso de um aluno aos materiais necessários para seus cursos. Há vários limites arbitrários de páginas, livros “alugados” que desaparecem e muitos que exigem uma conexão constante à Internet.

IDAD 2019 defende o direito de ler

Editores como Pearson não devem ter permissão para decidir as condições rigidamente específicas sob as quais um aluno pode aprender. Nenhum livro deve espionar seus hábitos de leitura ou simplesmente “desaparecer” depois que você o tiver consumido por muito tempo. Na era digital, é inaceitável que um editor imponha os mesmos princípios de escassez que se aplicariam a um produto físico em um arquivo digital, diz o movimento.

A revolução da computação foi causada pelo compartilhamento de arquivos, e não apenas pelo aluguel. A imposição dessas limitações à mídia digital é um ataque à liberdade do usuário, independentemente de quanto o PR corporativo possa girar a história. Nosso objetivo é deixar o mundo saber que apoiamos os direitos dos leitores.

Mensagem a ser divulgada

IDAD 2019 defende o direito de ler

A esquipe desenvolveu uma campanha que pode ser colocada sobre qualquer livro que estiver lendo. Assim, será possível alertar outras pessoas sobre a ameaça iminente de DRM. Seja na escola, em uma cafeteria ou no metrô, é fácil iniciar uma conversa sobre a natureza perigosa do DRM.

IDAD 2019 defende o direito de ler

Incentivamos todos os leitores a usá-los, seja no best-seller de capa dura mais recente ou no livro que você usa em sala de aula (enquanto você ainda tem um).

A Defective pelo Design imprimirá versões de alta qualidade do material para todos os livros enviados por nossos amigos na GNU Press enquanto os suprimentos permitirem. E, fiel à nossa missão, também estamos liberando os arquivos de origem para esses designs, para que outros possam fazer o mesmo. Eles são totalmente editáveis e compartilháveis no Scribus v1.5 +, portanto, fique à vontade para imprimir, compartilhar, traduzir e doar suas próprias cópias impressas para leitores e ativistas anti-DRM em sua área.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Extensões de segurança obrigatórias para o Google Chrome

Extensões de segurança obrigatórias para o Google Chrome

Tails 4.0 beta está disponível

Tails 4.0 beta está disponível